Seduc promove formação em gestão escolar para 2.500 profissionais da educação

Seduc promove formação em gestão escolar para 2.500 profissionais da educação

Essa formação teve o objetivo de ajudar os servidores e terem melhores condições de elaborarem os projetos políticos pedagógicos para o ano letivo de 2021

A Secretaria da Educação, Juventude e Esportes promoveu nesta terça-feira, dia 13, a Formação em Gestão Escolar, por meio do youtube e contou com a presença de uma média de 2.500 pessoas, entre gestores escolares, professores, coordenadores pedagógicos, orientadores educacionais e técnicos das Diretorias Regionais de Educação, Juventude e Esportes. A proposta da formação é fornecer suporte e orientação para que a equipe gestora da escola tenha melhores condições de elaborar o plano de ação da equipe gestora, o plano de retomada das aulas e o Projeto Pedagógico da Escola.

A secretária da Educação, Adriana Aguiar, participou da abertura da formação, ela ressaltou o momento específico provocado por uma pandemia. Adriana lembrou que a principal tarefa da escola é promover a formação integral do estudante, e o desafio das unidades escolares no momento é elaborar um projeto pedagógico para o ano letivo de 2021, que atende a real necessidade da escola.

As aulas estão previstas para serem iniciadas no próximo dia 3 de maio, no formato não presencial.

“Nessa formação temos a oportunidade de ouvir os professores, e equipes pedagógicas sobre as experiências que eles adquiriram com o trabalho realizado no ano letivo de 2020. Tivemos que nos reinventar para motivar a equipe e os estudantes diante dos desafios da pandemia. Este ano, contamos com mais essas experiências com as aulas ministradas de forma remota, agora, é hora de repensar o projeto pedagógico da escola, observando a realidade e as condições e os resultados educacionais de cada uma”, explicou a secretária Adriana.

A secretária lembrou que a rotina e as práticas realizadas na escola mudaram. Adriana esclareceu que a equipe que integra a Associação de Apoio à Escola deve repensar as prioridades da unidade escolar e fazer escolhas que atendam à realidade e necessidade da Escola considerando a situação atual.

Programação

A formação contou com a coordenação da professora Cristiane Mireile Bazzo de Pina, diretora de Gestão de Educação Básica da Seduc. No período da manhã foram discutidos assuntos como a liderança escolar, ter um olhar diferenciado para as pessoas que fazem parte da escola, e saber quais delas vão precisar de apoio técnico ou pedagógico para continuar realizando suas tarefas. Outro assunto em debate foi a viabilidade de manter as bibliotecas escolares ativas.

A palestra principal do período da manhã, sobre gestão escolar, foi coordenada pela professora Lêda Maria Tomazi, gerente de Gestão Educacional da Seduc. Ela comentou que um dos pontos principais para a retomada do ano letivo, é que a equipe diretiva e pedagógica da escola tenha uma mudança de pensamento para essa nova forma de atuar na gestão escolar.

“Os gestores que estão participando da formação fazem parte dessa nova gestão da escola, eles são líderes, devem aprender a delegar funções e envolver/articular e fortalecer todos da escola para que seja possível construir uma nova educação, mesmo em situação de aulas não presenciais”, ponderou Lêda Tomazi.

Geija de Araújo Medeiros Fortunato, assessora pedagógica da gestão da Diretoria Regional de Educação de Guaraí, enfatizou a relevância e abrangência da formação.

“Considero que este momento formativo foi imprescindível para as equipes das diretorias regionais e das unidades escolares, pois assim podemos direcionar melhor as ações a serem desenvolvidas no ano letivo de 2021. Quando temos um planejamento sistematizado e objetivos claros tudo tem muito mais chances de dar certo. O ano de 2020 foi uma grande experiência. Esperamos que este ano seja de fortalecimento e crescimento. A equipe da Seduc está no caminho certo. Juntos somos mais fortes”, ressaltou.

Atendimento

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação, Juventude e Esportes, atende cerca de 140 mil estudantes, em 493 unidades escolares, localizadas nos 139 municípios tocantinenses.

Josélia de Lima/Governo do Tocantins