Na câmara, cresce rumores que Luciano Santana pode substituir Terciliano na liderança   do prefeito

Segundo  informações, a atuação do vereador Terciliano Gomes(PSD), como líder   do prefeito Wagner Rodrigues (SD), não vem agradando muito  o  executivo municipal e o parlamento. Devido a isso,  já é dada como certa a queda da liderança  na câmara municipal.

Nos bastidores os vereadores já articulam um nome para assumir a liderança do prefeito Wagner. Luciano Santana ganha força entre os vereadores para assumir a liderança do prefeito   na câmara.

O vereador Luciano não negou e nem confirmou que o vereador  Terciliano Gomes esteja pendurado como  líder do prefeito  na câmara, porém  disse  que pertence ao grupo   do prefeito  e que está pronto para assumir  qualquer   desafio que  for para contribuir  com a gestão.”  Não  tenho informações  sobre a liderança  do prefeito, porém, sou  do  grupo   do prefeito  Wagner e me sinto pronto para assumir qualquer  desafio para  contribuir com a gestão”,   disse Luciano.

Por: Geovane Oliveira

Pelo terceiro mês consecutivo, Tocantins registra queda em números da Covid-19

Baixa é observada em número de casos, internações em  Unidades de Terapia Intensiva e óbitos

O Tocantins segue com queda nos números da pandemia pela Covid-19. Dados do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde do Tocantins (CIEVS/TO) – compilados pelo Centro de Informações e Decisões Estratégicas em Saúde (Integra Saúde) – da Secretaria de Estado da Saúde (SES) apontam que pelo terceiro mês consecutivo houve redução em número de casos, taxa de internações em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e em registro de óbitos.

O técnico da área de planejamento do Sistema Único de Saúde (SUS), que coordena o Sistema Integra, Ullannes Passos Rios, “a informação foi um ativo muitíssimo importante para o enfrentamento da pandemia de Covid19 no Tocantins. A tomada de decisão torna-se mais segura quando se tem dados que mostram o cenário real e as projeções futuras. Neste momento os números nos mostram um arrefecimento da doença no Estado, pois todos os indicadores estão em queda, o que nos projeta um cenário mais favorável à frente”, pontuou.

A título exemplificativo, em julho de 2021, foram registrados no Tocantins, 11.251 novos casos da Covid-19, 158 óbitos pela doença e 300 internações em UTI. Já em agosto, o Estado contabilizou 7.687 casos, 93 óbitos e 164 internações para cuidados intensivos. Uma redução de 32%, 41% e 45% respectivamente.

“Felizmente a redução dos óbitos é a mais latente. Agosto foi o quinto mês seguido de queda, desde o mês de março, quando tivemos o pico da doença aqui no Tocantins e registramos 645 mortes pela Covid-19. Atualmente estamos com 111 municípios que há 30 dias não registram óbitos pelo novo Coronavírus e 31 cidades sem nenhum novo caso da doença”, informou a coordenadora do CIEVS, Arlete Otoni.

Para o titular da SES, Dr. Edgar Tollini “as reduções são resultados das ações pontuais da Gestão Estadual frente ao combate à doença, à atuação eficaz das equipes multiprofissionais no cuidado com os pacientes e ao avanço da vacinação, que imprimiu um novo cenário ao contexto pandêmico, com um queda brusca em todos os índices”, destacou.

Dados

Dados do boletim epidemiológico, divulgado pela SES, nesta terça-feira, 14, mostram que, atualmente, o Tocantins contabiliza 666.288 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 221.317 casos confirmados. Destes, 212.343 estão recuperados, 5.255 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 3.719 foram a óbito.

O Estado também registra o recebimento de 1.762.590 doses de imunizantes contra a Covid-19. Destas, 1.594.727 foram distribuídas aos 139 municípios e 1.302.509 já foram aplicadas, totalizando 25,88% da população tocantinense imunizada.

Aldenes Lima/Governo do Tocantins

Inaugurada em 2011, UPA  nunca passou por uma reforma, diz   secretária Ana Paula 

Segundo  a secretária   de saúde   do município  de Araguaína,    Ana Paula, a Unidade de Pronto Atendimento Anatólio Dias Carneiro, localizada no setor Araguaína Sul, foi inaugurada em 2011, ainda na gestão   do ex-prefeito Valuar Barros, e nunca   passou por uma reforma, a declaração   foi feita   durante sessão  na  câmara municipal.

A População há anos reclama dos péssimos atendimentos na unidade   de Saúde. “Já entrei lá no início da noite   e sai no outro dia pela manhã. E durante oito anos da gestão Dimas a UPA  foi de mal a pior”, conta Marilene, moradora de Araguaína.

A UPA, que atende a cidade de Araguaína e cidades vizinhas, hoje, é administra pelo SAC – Instituto Saúde e Cidadania.

Por: Geovane Oliveira

Vice-governador Wanderlei Barbosa inaugura Núcleos de Identificação em Itapiratins e Pequizeiro

Unidades foram instaladas pelo Governo do Tocantins em parceria com as prefeituras

O vice-governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, inaugurou nesta sexta-feira, 10, mais dois Núcleos de Identificação, em Itapiratins e Pequizeiro. As unidades são instaladas pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), em parceria com as prefeituras municipais.

Com as duas novas instalações, o Estado já contabiliza 67 unidades de atendimento para emissão de 1ª e 2ª via de Carteira de Identidade. Os núcleos são coordenados pela Superintendência de Polícia Científica, por meio do Instituto de Identificação.

Wanderlei Barbosa, que no ato representava o governador Mauro Carlesse, ressaltou a importância da sintonia do poder público com a população. “Tanto nas petições da população como na atenção a elas, é necessária a dedicação do Poder Público. E ações, como essa, vêm com esse objetivo, aproximar o povo dos serviços públicos”.

O vice-governador frisou ainda que “devemos realizar nosso trabalho de maneira que a população fique satisfeita. A vice-governadoria está de portas abertas à população, estamos à disposição até o último dia do meu mandato”.

Acompanharam o vice-governador nas solenidades de inauguração, o secretário da SSP, Cristiano Sampaio; os deputados estaduais Léo Barbosa e Olyntho Neto; os prefeitos de Itapiratins, Sandro Rodrigues e de Pequizeiro, Jocelio Nobre; a diretora do Instituto de Identificação da SSP, Naídes César Silva; a delegada-geral da Polícia Civil, Raimunda Bezerra de Souza, além de vice-prefeitos, vereadores, servidores públicos e população em geral.

Elisângela Silva / Governo do Tocantins

Araguaína segue com vacinação de adolescentes e mais contra covid-19

A Prefeitura de Araguaína continua com o cronograma de vacinação contra a covid-19 direcionado à imunização dos adolescentes com idade entre 12 e 17 anos. Até o momento, a Secretaria da Saúde de Araguaína já aplicou a primeira dose em 5.779 pessoas desta faixa etária, o que corresponde a 29% do público-alvo.

O cronograma para a aplicação da primeira dose destinada a esta faixa etária termina nesta sexta-feira, 10, e foi realizado de forma escalonada pera evitar aglomerações nas UBS (Unidades básicas de Saúde). Com o fim do cronograma especial que também ofertou a vacina durante o feriado de 7 de setembro, a população desta faixa etária continuará podendo procurar os postos de saúde para receber a vacina.

Quem pode vacinar
O Município também continua ofertando a primeira e segunda dose da vacina com intervalo entre 80 e 90 dias, para o público geral com idade a partir dos 18 anos, além da dose de reforço para os idosos com mais de 70 anos que foram imunizados há pelo menos 6 meses e a população com doenças imunossupressoras graves imunizadas há no mínimo 28 dias.

“Para a vacinação da população com idade menor que 18 anos, além de levar um documento pessoal de identificação com foto, CPF e cartão de vacinação, é necessário estar acompanhado por um responsável, que deverá apresentar um termo de consentimento assinado, autorizando a aplicação do imunizante contra a covid-19”, explica a diretora municipal de imunização, Samilla Braga.
O documento está disponível nos locais de vacinação e no site: https://vacina.araguaina.to.gov.br/.

Locais de vacinação
Atualmente a vacinação é ofertada de segunda a sexta-feira no Ginásio Poliesportivo Pedro Quaresma, na Via Lago, e nas UBS Araguaína Sul, UBS JK, UBS Manoel Maria (Setor Cimba), UBS Palmeiras do Norte (Setor São Miguel) e a UBS Dr. Raimundo (Setor Maracanã), com horário de atendimento das 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30, além da UBS Dr. Francisco (Vila Aliança), das 7 às 18 horas.

Felipe Maranhão
Foto: Marcos Sandes/Ascom

Secretária de saúde de Araguaína confessou que Dimas deixou a saúde em estado precário

A Secretária Municipal de Saúde na gestão do prefeito Ronaldo Dimas (PODEMOS), e da atual administração de Wagner Rodares (SD), Ana Paula dos Santos, participou de sessão na câmara municipal de Araguaína, no dia 10 de agosto de 2021. Momento que afirmou que o sistema de saúde do município funciona em condições precárias.

“Realmente vereador, tem UBS que quando entro fico transtornada. Pois, não tem estrutura para atende a população” A secretaria também disse que houve problemas com as obras iniciadas na gestão de Dimas, e que por isso elas não foram concluídas. ” Tivemos problemas com as construtoras que ganharam as licitações, entretendo estamos sanando os atrasos e espero que em breve possamos concluir as obras”

Por fim o relatório feito pelo (DCAA) apontou que entre vários problemas, que passa o sistema de saúde de Araguaína, está a falta de cadeiras, postos de saúde não informatizados. Sem contar que as visitas realizadas às residências, pelos agentes de saúde estão sendo feitas de forma, inadequadas.

Por: Geovane Oliveira

Consultorias do Senado e da Câmara projetam inflação maior do que previsão do governo

A inflação de 2021 deve ser maior do que a prevista no projeto de lei orçamentária enviado ao Congresso Nacional pelo Poder Executivo. A conclusão é de um informativo conjunto divulgado pelas consultorias de Orçamento do Senado e da Câmara dos Deputados.

Enquanto o PLN 19/2021 estima um Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 6,2%, a expectativa do mercado é de 8,1%. “Isso pode afetar especialmente as estimativas de despesas previdenciárias e assistenciais”, alerta o documento.

Caso se confirme uma inflação de 8,1%, o salário mínimo em 2022 pode ser maior do que o estimado pelo projeto (R$ 1.169). O valor projetado pelo governo não contempla a defasagem de R$ 2 referente à ultima correção.

O informativo das consultorias também destaca que a projeção de mercado para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) é menos otimista do que a adotada no PLN 19/2021. A diferença é maior para 2022, quando o mercado projeta aumento de 2% contra 2,51% na proposta do governo. 

Da Agência Câmara de Notícias

Fonte: Agência Senado

Covid-19: melhora taxa de ocupação de leitos de UTI, diz Fiocruz

O cenário de melhora nas taxas de ocupação de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para adultos no SUS persiste, com mais de 90% das unidades da Federação e 85% das capitais estando fora da zona de alerta, com taxas menores que 60%. A informação faz parte da edição extraordinária do Boletim Observatório Covid-19 Fiocruz, publicada nesta quarta-feira (8).

Segundo o boletim, Roraima é o único estado na zona crítica, com 82% de ocupação, mas encontra-se em situação particular de poucos leitos disponíveis. O Rio de Janeiro apresentou queda no indicador, de 72% para 66% de ocupação, o que agora o coloca na zona de alerta intermediário.

De acordo com os pesquisadores da Fiocruz, trata-se de um reflexo da tendência geral de diminuição da incidência de casos graves, internações e mortes por covid-19.

“A redução simultânea e proporcional desses indicadores demonstra que a campanha de vacinação está atingindo o objetivo de proteger a população do impacto da doença. No entanto, o ainda alto índice de positividade dos testes e a elevada taxa de letalidade da doença (atualmente em 3%) revela que a transmissão do vírus é intensa e diversos casos assintomáticos ou não confirmados podem estar ocorrendo, sem registro nos sistemas de informação”, ressaltaram os cientistas.

Os especialistas reforçam a necessidade de interrupção de cadeias de transmissão por meio do avanço das campanhas de imunização. Esse objetivo, porém, só será alcançado com a ampliação da cobertura vacinal até novos grupos, incluindo adolescentes entre 12 e 17 anos, e da dose de reforço para idosos, portadores de doenças crônicas e imunossuprimidos.

“É preciso que seja concluído, o mais brevemente possível, o esquema vacinal de todos os adultos acima de 18 anos. A imunização de crianças e adolescentes (acima de 12 anos) também precisa ser iniciada e os gestores devem considerar em seu planejamento o estabelecido quanto à ordem de prioridades”, informaram os cientistas.

Segundo dados compilados pelo MonitoraCovid-19, considerando a população adulta, 85% foi imunizada com a primeira dose e 42% com o esquema de vacinação completo. Houve diminuição no número de mortes a uma taxa diária de 1,3%, um total médio de 680 óbitos ao dia. A média diária de casos está em 24,6 mil, com ritmo de redução de 1,9% ao dia.

Estados

Roraima e Rio de Janeiro são os únicos estados com taxas de ocupação superiores a 60%. Goiás (52%) deixou a zona de alerta intermediário, juntamente com Rondônia (47%), enquanto Pernambuco (43%) e Espírito Santo (48%), apesar de aumento nas taxas, tiveram também redução significativa no número de leitos disponíveis.

Os seguintes números foram observados nas outras unidades da Federação: Acre (7%), Amazonas (34%), Pará (35%), Amapá (16%), Tocantins (41%), Maranhão (42%), Piauí (41%), Ceará (38%), Rio Grande do Norte (30%), Paraíba (20%), Alagoas (14%), Sergipe (20%), Bahia (30%), Minas Gerais (29%), São Paulo (33%), Paraná (57%), Santa Catarina (47%), Rio Grande do Sul (51%), Mato Grosso do Sul (34%), Mato Grosso (43%) e Distrito Federal (57%).

Vinte e duas capitais estão fora da zona de alerta. Em destaque, quedas no indicador foram registradas em Fortaleza (60% para 55%) e Belo Horizonte (61% para 56%), que deixaram a zona de alerta intermediário, e também em Curitiba (75% para 65%), Porto Alegre (66% para 61%) e Goiânia (69% para 65%).

As cidades do Rio de Janeiro (94%) e de Boa Vista (82%) permanecem na zona de alerta crítico. Os dados completos do boletim podem ser acessados na página da Fiocruz na internet.

 Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro

Bombeiros militares resgatam corpo de adolescente afogado em Ponte Alta

A vítima brincava em local de correnteza forte e não sabia nadar. O Garoto é a 53ª vítima deste tipo de ocorrência no Tocantins, este ano

Mergulhadores do Corpo de Bombeiros Militar, ligados à Companhia Independente de Busca e Salvamento (CIBS), localizaram e resgataram o corpo de um adolescente de 13 anos, que se afogou nas águas do Rio Ponte Ponte Alta, nesta terça-feira, 07. Alexorrandro Sousa Aires, que não sabia nadar, brincava com amigos em local de fortes correntezas, quando desapareceu.

Os militares foram acionados em seguida, e as buscas tiveram início ainda antes do anoitecer, assim que a equipe com três mergulhadores chegou à cidade, que fica a cerca de 150 quilômetros de Palmas.

Segundo os bombeiros, o afogamento ocorreu a cerca de 350 metros da ponte, no centro de Ponte Alta, emblemático local de recreação e cartão postal da cidade. Um dos mergulhadores revelou que o trecho é de muitas correntezas e pedras, sinais de iminente perigo, mesmo para quem domina o nado.

As buscas foram retomadas na manhã desta quarta, 08, e, depois de vários mergulhos no ponto onde o adolescente desapareceu, a equipe adotou as buscas superficiais, usando embarcação e observação nas encostas, pedras e galhos de árvores. 

O corpo foi encontrado por volta das 11h, a cerca de um quilômetro e meio abaixo da ponte.

Alexorrandro passa a ser a 53ª vítima de afogamento no Tocantins, este ano.

Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins

Quase 2 mil adolescentes tomaram a vacina contra covid-19 no primeiro dia

Jovens dos 16 e 17 anos foram vacinados nesta sexta-feira, 3, e continuam recebendo o imunizante durante o sábado, segunda-feira e feriados

 No primeiro dia de vacinação dos adolescentes contra a covid-19 em Araguaína, 1.910 jovens entre 16 e 17 anos receberam a primeira dose. O grupo segue sendo atendido durante este sábado, 4, no Ginásio Poliesportivo Pedro Quaresma, na Via Lago, e em seis UBS (unidades básicas de saúde), com expediente reduzido para das 8 às 13 horas.

“Tivemos uma ótima procura dos adolescentes e nós acreditamos que o número se mantenha porque iremos ampliando para os mais novos”, afirmou a diretora da imunização, Samilla Braga. Cada faixa etária será atendida em um dia determinado avançando gradativamente e até atender todos os moradores de Araguaína que têm entre 12 e 17 anos. A expectativa é que 26 mil adolescentes sejam vacinados.

Próximo público-alvo
Já na segunda-feira, 6, a vacinação avança para jovens entre 14 e 15 anos, tendo expediente normal nos sete locais de vacinação. O grupo continua sendo atendido também na terça-feira, 7, durante o feriado da Independência, em horário reduzido nos pontos de vacinação das 8 às 13 horas. Na quinta-feira, 9, a faixa etária atendida é a de 12 e 13 anos, com expediente normal.

Todos os grupos
A vacinação contra covid-19 também está disponível para quem tem mais de 18 anos e ainda o público que receberá a terceira dose. O reforço é direcionado aos idosos a partir dos 70 anos que foram imunizados há pelo menos 6 meses e para a população com doenças imunossupressoras graves imunizadas há no mínimo menos 28 dias.

Horário de atendimento

O experiente normal no Ginásio Poliesportivo Pedro Quaresma, na Via Lago, é das 8 às 17 horas, e nas UBS (unidades básicas de saúde) Araguaína Sul, JK, Manoel Maria (Setor Cimba), UBS Palmeiras do Norte (Setor São Miguel) e a UBS Dr. Raimundo (Setor Maracanã), das 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30; além da UBS Dr. Francisco (Vila Aliança), das 7 às 18 horas.

Durante este sábado, 4, e terça-feira, 7, o horário é reduzido nesses locais para das 8 às 13 horas. No restante dos dias o horário de atendimento é normal. Domingo não haverá vacinação.

Cronograma
Dia 4 (sábado)

8 às 13h – 16 anos ou mais (ginásio e 6 UBS de vacinação).

Dia 6 (segunda-feira)
Expediente normal – 14 anos ou mais (ginásio e 6 UBS de vacinação).

Dia 7 (terça-feira)
8 às 13h – 14 anos ou mais (ginásio e 6 UBS de vacinação).

Dia 8 (quarta-feira)
Expediente normal – 12 anos ou mais (ginásio e 6 UBS de vacinação).

Dia 9 (quinta-feira)
Expediente normal – 12 anos ou mais (todas as UBS de vacinação e ginásio).

Dia 10 (sexta-feira)
Expediente normal – 12 anos ou mais (todas as UBS de vacinação e ginásio).

Marcelo Martin
Foto: Divulgação