Jovem morre e irmão fica ferido após queda de motocicleta na Via Lago, em Araguaína

Fonte: G1 Tocantins

Prefeitura convoca servidores já imunizados contra covid-19 para retorno ao trabalho presencial

A Prefeitura de Araguaína publicou nesta quinta-feira, 17, um decreto que determina aos servidores públicos já imunizados contra a covid-19 que retornem ao trabalho presencial nas secretarias. Os trabalhadores que se enquadram no grupo de risco estavam cumprindo as atividades em home office desde o mês de fevereiro deste ano.

De acordo com o decreto, só retornarão às atividades presenciais aqueles servidores que já tenham recebido todas as doses da vacina. A regra se aplica tanto àquelas pessoas que estavam afastadas das atividades presenciais por conta da idade, quanto às gestantes e pessoas com comorbidades.
Já os servidores que não puderam receber a vacina por questões de saúde, devem protocolar na Secretaria Municipal da Administração em um prazo de 7 dias um atestado médico comprovando a impossibilidade clínica de vacinação.

Quem não optou pela vacinação
A determinação para o retorno às atividades presenciais também vale para aqueles servidores públicos que têm direito à vacinação, mas optaram por não serem imunizados. Neste caso, o trabalhador deve assinar uma declaração de responsabilidade e retornar de forma imediata ao serviço presencial. 

Para aqueles que não retornarem ao trabalho, o Município deverá registrar o número de faltas referente aos dias não trabalhados, podendo o servidor também sofrer medidas administrativas.

Felipe Maranhão
Foto: Marcos Sandes/Ascom

Mulher fica ferida após engavetamento no centro de Araguaína

Um mulher de 52 anos ficou ferida após um engavetamento que envolveu cinco veículos no centro de Araguaína neste sábado. As batidas foram, na Avenida 1º de janeiro por volta das 11h. Segundo a Polícia Militar, o motorista de uma pick-up parou no meio da pista para que outro carro fizesse uma manobra para estacionar. Os outros quatro veículos que vinham atrás não conseguiram frear a tempo de evitar a batida.

Ao todo, o acidente envolveu dois carros de passeio, duas motos e um caminhão de pequeno porte, que era conduzido por um adolescente de 17 anos. A mulher que ficou ferida estava na garupa de uma das motocicletas. Ela foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento de Araguaína com escoriações e dores pelo corpo.

No momento do socorro, a avaliação médica foi de que os ferimentos não eram graves. Mesmo assim, a mulher passou por exames para verificar a situação.

Quando a polícia chegou ao local, o veículo que teria feito a manobra para estacionar tinha deixado o local. A Polícia Científica foi chamada para realizar uma perícia e depois disso os veículos foram entregues aos proprietários já que não tinham restrição de circulação. O caminhão precisou ser levado por um maior de idade com habilitação.

Fonte: G1 Tocantins

Câmara Municipal aprova Projeto de Lei que reformula o Crédito Educativo

Na manhã de quarta-feira (09/06), foi aprovado, no Plenário da Câmara Municipal de Araguaína, o Projeto de Lei n° 061/2021, que reformula o Crédito Educativo Municipal para financiamento de curso superior aos estudantes com renda pessoal ou familiar insuficientes para o custo das mensalidades.
 
O Projeto de Lei é de iniciativa do Chefe do Executivo Municipal, que, na mensagem de justificativa, enfatizou a importância do projeto, tanto para a população araguainense, que terá acesso ampliado aos cursos de graduação, quanto para o próprio Município, pois além de contribuir para a qualificação profissional de seus cidadãos, terá a garantia de ressarcimento dos valores aos cofres públicos pelos beneficiários dos créditos educativos concedidos.
 
O Projeto de Lei tem como objetivo atualizar a legislação municipal sobre o tema, a fim de proporcionar condições aos estudantes de baixa renda a oportunidade de cursar o ensino superior, postergando o pagamento dos custos para momento posterior à formação.
 
A oferta do Crédito Educativo por parte do Município é uma típica intervenção pública para corrigir uma falha do sistema financeiro, em vista a não concessão de crédito no mercado para pessoas que não dispõem de garantias para esse fim, mesmo que sejam bons pagadores. Normalmente, os estudantes são jovens e não possuem ativos para apresentar como garantia, de modo que a única garantia que podem oferecer é o próprio trabalho após a formação.
 
Sendo assim, o Município, ao oferecer o Crédito Educativo, está, em verdade, assegurando a todos os cidadãos araguainenses a igualdade de oportunidade de se qualificarem para o ingresso no mercado de trabalho, fazendo com que Araguaína disponha de mão de obra qualificada que possa atender às expectativas dos diversos setores de serviços e negócios do Município.
O referido Projeto foi aprovado por unanimidade pelos parlamentares e segue para sanção do Prefeito Municipal. 
Por: Redação 

Prefeitura decreta ponto facultativo na segunda-feira, 14, véspera do feriado do padroeiro da cidade

A Prefeitura de Araguaína publicou nessa quinta-feira, 10, um decreto estabelecendo ponto facultativo na próxima segunda-feira, 14, véspera do feriado que homenageia o Sagrado Coração de Jesus, padroeiro da cidade. Na data, o atendimento ao público nos órgãos municipais, resguardados os de caráter essencial, segue suspenso, no entanto, o atendimento por meio de telefones, e-mails ou outras ferramentas está mantido.

Entre os serviços essenciais que continuarão funcionando normalmente estão a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Araguaína, o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), o Hospital Municipal de Campanha e o Hospital Municipal Infantil Eduardo Medrado, além das unidades de referência para o atendimento de pacientes com covid-19.

Os serviços online oferecidos pelas secretarias do município continuarão disponíveis por meio do site da Prefeitura de Araguaína, http://araguaina.to.gov.br/.

Durante os dias 14 e 15, a Secretaria da Saúde de Araguaína também continuará fazendo a vacinação dos grupos prioritários contra a covid-19. 

Dia do Padroeiro de Araguaína
O feriado municipal de 15 de junho foi instituído pela Lei n° 1508, de 1994. A data marca a comemoração do Sagrado Coração de Jesus, padroeiro de Araguaína. Segundo a tradição católica, a Festa do Sagrado Coração de Jesus foi estendida a toda a Igreja em 1856, pelo Beato Pio IX.

Felipe Maranhão
Foto: Marcos Sandes/Ascom

 

Anvisa aguarda documentos do Butantan para estudo sobre a Butanvac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou hoje (6) que aguarda documentos do Instituto Butantan para avaliar o pedido de início de estudos com seres humanos para o desenvolvimento da vacina brasileira Butanvac.

De acordo com a Anvisa, este momento em que são necessárias informações complementares constituem a fase do processo se que o órgão chama de “exigência”. Ainda segundo a Agência, o Instituto Butantan se comprometeu a fornecer os dados faltantes até amanhã (7).

O pedido foi apresentado no dia 26 de março. Conforme a Anvisa, desde esta data durante 48 dias os técnicos aguardaram informações complementares. Os últimos dados recebidos foram sobre o protocolo clínico, que estão sendo analisados pela equipe técnica da Agência. 

O esclarecimento foi divulgado após notícias publicadas em meios de comunicação sobre uma suposta iminência da autorização dos estudos pela Anvisa.

Edição: Aécio Amado

Publicada Instrução Normativa sobre o retorno ao trabalho presencial dos servidores do grupo de risco

Foi publicada no Diário Oficial do Estado, desta sexta-feira, 28, a Instrução Normativa n°5/2021 que regulamenta o retorno às atividades presenciais dos servidores que compõem o grupo de risco da Covid-19 e que já foram imunizados pela segunda dose da vacina.

A IN ressalta que o retorno deve ocorrer após decorridos, pelo menos, 15 dias da ministração da vacina. Sendo que os que não foram vacinados ou que não ultrapassaram este prazo, devem continuar em trabalho remoto.

Além da regulamentação do retorno dos já imunizados, a IN traz também os procedimentos para os casos de servidores que compõem este grupo e não queiram se vacinar, bem como aqueles que, por decorrência da comorbidade, não podem se vacinar.

Os agentes públicos abrangidos pela IN são aqueles que estão enquadrados nos incisos de I a IV do Art. 5º, do Decreto nº 6.257/202.

Como proceder

O primeiro passo é comprovar a vacinação. Desta forma, o servidor deve protocolar, via SGD, cópia do cartão de vacinação no Setorial de Recursos Humanos, do seu Órgão ou Entidade de lotação, em até 05 dias úteis após o recebimento da segunda dose, comprovando assim, o esquema vacinal completo contra a Covid-19.

Após os 15 dias da aplicação da segunda dose, o servidor deve retornar ao trabalho presencial. Vale ressaltar que o Setorial de Recursos Humanos registrará, no Relatório de Frequência, o retorno do agente público ao trabalho presencial, mediante o recebimento da declaração de retorno, constante no anexo II, da Instrução Normativa.

Hellen Nunes/Governo do Tocantins

Araguaína amplia vacinação da covid-19 para pessoas de 25 anos com comorbidades

A Prefeitura de Araguaína amplia nesta segunda-feira, 31, a vacinação contra o covid-19 para nova faixa etária no município. Poderão ser vacinadas pessoas com idade a partir de 25 anos com comorbidades e a partir de 18 anos com deficiência permanente, portadores de HIV e imunossuprimidos.
 
A diretora de Imunização da Secretaria da Saúde, Samilla Braga, informa que a vacinação segue agora como grupo prioritário as pessoas de 25 anos ou mais com comorbidades, pessoas com deficiência permanente a partir de 18 anos de idade e também as que sejam portadoras de síndrome de Down, doença renal em diálise, pessoas com HIV, obesos, oncológicos e imunussuprimidos. A diretora alerta também aos idosos com mais de 60 anos que ainda não foram imunizados a procurarem o serviço o quanto antes.
 
“Toda documentação apresentada estará sujeita à análise dos profissionais de saúde responsáveis pela ação de vacinação. A ausência dos documentos comprobatórios, ou o não enquadramento nos critérios para vacinação do público-alvo, implicará no impedimento da imunização”, alertou a diretora.
 
A primeira dose da vacina para essa nova etapa será com imunizante Astranezeca/Fiocruz e estará disponível nas UBS (unidades básicas de saúde), exceto nas unidades que fazem atendimento exclusivo de covid-19: Dr. Raimundo Gomes Marinho (Setor Maracanã), Albeny Soares (Setor Couto) e José de Sousa Rezende (Setor Alto Bonito).
 
Com relação à segunda dose Astranezeca/Fiocruz, o público-alvo poderá ir até o Ginásio Poliesportivo Pedro Quaresma na Via lago, de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas e das 14 às 17 horas.
 
Imunossuprimidos
No grupo de imunossuprimidos se enquadram pessoas que têm o sistema imunológico deficiente, devido alguma doença autoimune ou tratamento. Entre os imunossuprimidos estão, pessoas transplantadas de órgãos ou medula óssea, pacientes oncológicos que realizaram quimioterapia ou radioterapia nos últimos seis meses, ou com doenças reumáticas em tratamento
 
Comorbidades incluídas como prioritárias
As comorbidades consideradas em Araguaína são diabetes mellitus, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial, doenças cardiovasculares, doença cerebrovascular, doença renal crônica, doenças neurológicas crônicas, imunossuprimidos, hemoglobinopatias graves, obesidade, doenças degenerativas (alzheimer, parkinson, esclerose múltipla, esclerose lateral amiotrófica, distrofia muscular, atrofia muscular espinhal),  cirrose hepática, hepatites b e c, imunodeficiências primarias, oncológicos, doenças reumáticas imunomediadas, neoplasias hematológicas, hemoglobinopatias graves, obesidade mórbida, leishmaniose visceral ou tegumentar em tratamento, hanseníase em uso de imunossupressores, doença de chagas, lúpus eritematoso sistêmico, fibromialgia, doenças tireoidianas com fatores de risco associadas, pessoa em uso recente de imunoglobulinas, pessoa em uso de antiagregantes plaquetários ou anticoagulantes orais, síndrome de down, síndrome de cushing, sídrome de cornelia de lange, síndrome de devic, doença de crohn, doença de huntington, doenças raras, doenças que causam deficiências, portadores de ostomias, pessoas com deficiências permanentes: física, auditiva, visual, mental, intelectual ou multifatorial, amputados ou ausência de membros, deformidades estéticas e nanismo.          
 
Documentação necessária
O paciente precisa apresentar laudo, declarações ou relatório médico especificando claramente sua comorbidade com descritivo, ou CID (Classificação Internacional de Doenças) da doença ou da condição de saúde, assinado e carimbado.
 
No ato da vacinação, será necessário apresentar, além do laudo médico, RG, CPF, cartão do SUS e cartão de vacinação. 

Leide Mendes
 Foto: Marcos Sandes/Ascom

CCZ alerta para aumento de casos de dengue, zika e chikungunya em Araguaína

O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) de Araguaína divulgou um relatório parcial do número de casos de dengue, zika e chikungunya registrados na cidade este ano, alertando para o aumento no número de pessoas infectadas. De acordo com o relatório, de 1º de janeiro a 25 maio deste ano, antes do fechamento do número mensal de casos, o município já registrou 431 casos confirmados de dengue, o que representa um aumento de 69% em relação aos meses de janeiro a maio de 2020, quando o município contabilizou 255 casos confirmados.

De acordo com o superintendente de Vigilância em Saúde do Município, Eduardo Freitas, mais de 70% dos focos do mosquito encontrados pelos agentes do CCZ estavam em residências, o que tem dificultado o combate ao mosquito.

“Infelizmente este aumento no número de casos de dengue em Araguaína pode estar diretamente ligado a falta de cuidados básicos que devem ser tomados pela população. Estamos vivendo um momento de pandemia de covid-19, mas não podemos relaxar no combate de outras doenças como a dengue que também pode levar à morte”, explicou Eduardo Freitas.

Sinais de alarme
Nos primeiros cinco meses deste ano, a cidade também já ultrapassou a quantidade de casos suspeitos registrados em Araguaína durante todo o ano passado. Em 2020, foram 770 notificações de janeiro a dezembro, já em 2021 o CCZ recebeu até agora 787 notificações de casos suspeitos de dengue.

O relatório também aponta um crescimento nos casos da doença entre a população com sinais de alarme, com 36 casos em Araguaína, representando um aumento de 64% se comparado ao mesmo período de 2020, quando as unidades de saúde receberam 22 pacientes com sintomas como dores abdominais, vômitos persistentes e hemorragia.

“A maioria dos sinais de alarme é resultado da piora do caso clínico do paciente, podendo levar à hospitalização e até à morte. Em Araguaína os tipos de dengue em circulação têm maior tendência a agravamento, por isso devemos entender esse crescimento no número de casos como um sinal de alerta e precisamos da colaboração de todos”, disse a coordenadora das arboviroses do CCZ, Mariana Parente.

Cuidados contra o mosquito
Além da dengue, o mosquito Aedes Aegypti é transmissor do Zika vírus e da chikungunya que também tiveram um crescimento no número de casos em 2021. Em Araguaína o número de casos de zica que zerou em 2020, este ano já infectou 5 entre janeiro e maio deste ano.

Quanto aos casos de Chikungunya o aumento foi de 133%, passando de 3 casos em 2020, para 7 casos em 2021. Para intensificar o combate ao mosquito o CCZ está utilizando o carro fumacê nos bairros com o maior número de casos registrados ou com o maior número de focos do mosquito encontrados.

A ação está sendo realizada em duas etapas alcançando 43 bairros de Araguaína, entre os dias 12 de abril a 8 de maio na primeira etapa e a segunda etapa de 21 a 29 de maio. Para garantir a eficácia da ação o CCZ orienta que os moradores abram janelas e portas para maior eficiência do produto contra o mosquito.
 
Os setores que estão recebendo o combate com o carro fumacê nesta segunda etapa são: Lago Azul 1, Setor Carajás, Senador, Lago Azul 4, Costa Esmeralda, São Miguel, Setor Oeste, Anhanguera, Coimbra, Tereza Hilário Ribeiro, Vila Azul, Vila Ribeiro, Jardim Paulista, Céu Azul, Jd. Palmeiras, Parque do Lago, Morada do Sol, Setor Planalto, Residencial Flamboyant, Universitário e Vila Goiás.

Recolhimento de pneus 
Outra ação realizada duas vezes por semana nos bairros é o recolhimento de pneus descartados irregularmente em terrenos baldios e residências. “Os pneus podem acumular água e se tornar um criadouro perfeito para o mosquito”, afirmou  o supervisor de equipe do CCZ (Centro de Controle de Zoonoses),  Antônio Marcos de Moura. 

A coleta é feita pelos agentes de endemias e os pneus são levados para o Ecoponto Municipal, localizado no Daiara (Distrito Agroindustrial de Araguaína), local de descarte regular desse material no município.

Felipe Maranhão
Fotos: Marcos Sandes/Ascom

Presidente do TJTO recebe visita institucional do presidente do Tribunal de Contas do Estado

O presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, desembargador João Rigo Guimarães, recebeu, em seu Gabinete, na tarde desta terça-feira (25/5), a visita do presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE/TO), conselheiro Napoleão de Souza Luz Sobrinho. Na ocasião, foram discutidos assuntos de cunho institucional.

O presidente do TCE/TO destacou que tem profunda admiração e respeito pela trajetória do desembargador João Rigo Guimarães e afirmou que o encontro só não ocorreu antes devido ao agravamento da pandemia da Covid-19.

“Tanto eu quanto ele, assumimos como presidente durante a pandemia e não havia ainda tido tempo para esse encontro. O desembargador João Rigo é uma pessoa que eu tenho muito respeito e uma consideração muito grande por ele e pela, a história dele, que é uma história muito bonita no estado, seja como juiz ou desembargador. Tenho certeza que ele vai realizar um trabalho formidável aqui no Tribunal de Justiça, por ser uma pessoa muito séria e muito correta”, afirmou.

O desembargador João Rigo Guimarães agradeceu a visita e também disse ter estima pelo conselheiro Napoleão de Souza Luz Sobrinho. “Apesar de estarmos presidindo instituições distintas, temos muitos assuntos e interesses que convergem. O conselheiro Napoleão é uma pessoa que tenho admiração e torço para que faça uma boa gestão à frente do Tribunal de Contas do Estado”, concluiu.
Texto: Jesuino Santana Jr. / Foto: Elias Oliveira