sex. jan 22nd, 2021

François Hollande manifesta solidariedade a parentes de vítimas de acidente

airbus_parentesO presidente francês, François Hollande, manifestou hoje (24) condolências às famílias das vítimas do Airbus A320, da companhia aérea alemã Germanwings, que caiu nos arredores da cidade francesa de Barcelonette. Até o momento, as informações são de que todas as 150 pessoas que estavam a bordo morreram. A aeronave fazia o trajeto de Barcelona, na Espanha, a Düsseldorf , na Alemanha.

Em seu pronunciamento, Hollande disse que o governo francês fará todos os esforços para esclarecer as circunstâncias do acidente às autoridades da Alemanha e da Espanha, e aos familiares dos passageiros do A320, da Germanwings. Nesta manhã, ele telefonou para a chanceler alemã, Angela Merkel, e recebeu a visita do Rei da Espanha, Felipe VI. Um gabinete de crise foi criado e o ministro do Interior, Bernard Cazeneuve, se dirigiu para o local do acidente.

“É um luto que teremos que vivenciar porque é uma tragédia que aconteceu em solo francês. E também tenho vontade de saber se houve outras consequências do acidente, que ocorreu em uma área de difícil acesso. Não sabemos se há casas atingidas. Mas vamos sabê-lo nas próximas horas. Enquanto aguardamos, é a solidariedade que deve ser o nosso primeiro sentimento”, disse.

Hollande também manifestou solidariedade às famílias em sua conta na rede social Twitter, ao classificar o acidente como uma tragédia. “Quero expressar às famílias das vítimas do acidente aéreo a minha solidariedade. É uma tristeza, uma tragédia”, postou Hollande.

Já a chanceler alemã cancelou a agenda oficial do dia para acompanhar os desdobramentos do caso. A maioria dos 144 passageiros era de nacionalidade alemã e regressavam ao país depois de férias em Barcelona e Palma de Maiorca, segundo trabalhadores da Swissport, empresa que trabalha para a companhia alemã. Merkel disse que o acidente provocou “dor imensa” ao país.

“Os nossos pensamentos estão neste momento com todas as pessoas que estão sofrendo este imenso pesar”, afirmou em uma declaração à imprensa em Berlim, acrescentando que “não é o momento” para especular sobre as causas da tragédia. A chanceler disse que amanhã (25) irá ao local do acidente para se inteirar da situação e falar com as autoridades locais.

*Colaborou Yara Aquino, com informações da Agência Lusa

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Caminhão e moto pegam fogo em ocorrência atendida pelo CBMTO

Um casal morreu no início da manhã desta quinta-feira, 21, no interior do município de Wanderlândia, no norte do Tocantins. Era por volta das 7h20, quando o Corpo de Bombeiros...

Carlesse se consolida como o político “TOP 1” do Tocantins

Novo na política, o Governador Mauro Carlesse está tendo uma trajetória meteórica. De Deputado Estadual à Governador do Estado. Em pouco tempo já alcançou outros políticos que despontavam no cenário...

Termina nesta sexta-feira, 22, as matrículas na Rede Municipal de Ensino de Araguaína

O período regular de matrículas para os alunos novatos na Rede Municipal de Ensino se encerra nesta sexta-feira, 22 de janeiro. Os pais devem procurar a unidade mais próxima a...

Mergulhadores retomam buscas por pescador no Rio Lontras, em Araguaína

Três mergulhadores do 2º Batalhão de Bombeiros Militar, em Araguaína, retomaram as buscas a um pescador desaparecido desde a manhã desta quarta-feira, 20, no Rio Lontra. Nilton César Moreira, 44...