Homem é condenado a 23 anos por assassinato em Gurupi

Homem é condenado a 23 anos por assassinato em Gurupi

Cleomar Guedes foi condenado pelo Tribunal de Júri da Comarca de Gurupi pela prática dos crimes de homicídio qualificado e dano ao patrimônio público. O julgamento ocorreu nesta terça-feira (16/10).

Segundo a sentença, o réu foi sentenciado a 23 anos de reclusão por matar Josué Silva de Araújo, em janeiro deste ano. Conforme consta nos autos, o crime ocorreu na fazenda pertencente ao irmão de Cleomar. A vítima estava no local prestando serviços e foi surpreendida, durante a noite, por um disparo de arma de fogo realizado pelo acusado. O tiro atingiu o crânio de Josué, que veio a óbito ainda no local. Após o ato, o réu retirou a tornozeleira eletrônica que usava em cumprimento a uma pena no regime semiaberto e fugiu do local.

O Conselho de Sentença, reconhecendo a prática pelo réu dos dois crimes, acolheu as teses sustentadas pelo Ministério Público e deliberou pela condenação do acusado.

Na sentença, o juiz Ademar Alves de Souza Filho, que presidiu o Júri, enfatizou a conduta a criminosa do réu, considerando que “um crime horrendo foi cometido, sem qualquer justificativa, ainda que houvesse motivo aceitável”. O magistrado ainda destacou: “É curioso notar que o acusado afirmou que não se lembrava de alguns fatos ligados diretamente ao crime, a motivação, por exemplo; porém, o reeducando não se esqueceu de cortar a cinta da tornozeleira, cujo equipamento permitiria sua localização durante a fuga”.

Ao dosar a pena, o juiz sentenciou o réu pela prática do homicídio duplamente qualificado a 23 anos de reclusão, em regime fechado. Já pelo crime de dano qualificado ao patrimônio público, a pena foi dosada em 11 meses de detenção, além do pagamento de 90 dias-multa.

Confira aqui a sentença.

Texto: Natália Rezende / Foto: Divigulagação 

Comunicação TJTO