sex. mar 5th, 2021

Setor público registra pior déficit primário para o mês de novembro desde 2001

notas_real_50_2_de_1O setor público consolidado – que engloba governos federal, estaduais e municipais e empresas estatais – registrou déficit primário de R$ 8,1 bilhões em novembro. Esse é o pior resultado para um mês de novembro desde o início da série histórica do Banco Central (BC), em 2001. O resultado foi divulgado hoje (29) pelo BC.

O Governo Central teve déficit de R$ 6,7 bilhões em novembro e os governos regionais, de R$ 1,8 bilhão, enquanto as empresas estatais apresentaram superávit de R$ 368 milhões.

No ano, o resultado primário acumula déficit de R$ 19,6 bilhões, comparativamente a um superávit de R$ 80,9 bilhões no mesmo período de 2013. Considerando-se os fluxos acumulados em 12 meses, houve déficit primário de R$ 9,2 bilhões, 0,18% do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todas as riquezas produzidas pelo país –, ante superávit de R$ 28,6 bilhões (0,56% do PIB), em outubro. “Esse é o primeiro déficit acumulado registrado em 12 meses pela série histórica do Banco Central, portanto, o pior resultado para essa série”, disse o chefe adjunto do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Fernando Rocha.

Os juros nominais, apropriados por competência, alcançaram R$ 33,5 bilhões em novembro, contra R$ 21,5 bilhões em outubro.

O resultado nominal, que inclui o resultado primário e os juros nominais apropriados por competência, foi deficitário em R$ 41,6 bilhões em novembro. De acordo com Fernando Rocha, é o pior resultado para esse indicador em um mês de novembro.

O chefe adjunto do Departamento Econômico do Banco Central citou algumas razões para os resultados negativos. “Em relação ao resultado primário, primeiro cabe ressaltar o impacto de uma atividade econômica mais moderada em relação a 2013, o que contribui para reduzir a receita de impostos e [a] arrecadação do governo. Em relação aos juros da dívida pública, cito o aumento de indicadores como a taxa Selic e o IPCA [Índice de Preços ao Consumidor Amplo]”, disse Fernando Rocha.

Na manhã de hoje (29), a Secretaria do Tesouro Nacional divulgou que o Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) teve resultado primário deficitário em R$ 6,711 bilhões, em novembro. Isso significa que o esforço fiscal não foi suficiente para garantir aeconomia para pagamento dos juros da dívida.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prefeitura de Carmolândia publica novo decreto de combate a pandemia do coronavírus

O prefeito de Carmolândia, Neurivan Rodrigues, reuniu, nesta quarta-feira, 3, com o secretário  de  saúde do município, Daniel Carneiro, para discutir novas medidas para conter a propagação do novo coronavírus...

Prefeitura de Gurupi firma termo de cooperação técnica com Governo do Estado

A Prefeita de Gurupi, Josi Nunes, e o vice-prefeito, Gleydson Nato, participaram nesta quarta-feira, 03, de uma reunião no Palácio do Araguaia, em Palmas, com o Governador Mauro Carlesse, que...

Adriana Aguiar acompanha andamento de obras em escolas e visita espaço direcionado a práticas esportivas, em Araguaína

A secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, acompanhada dos superintendentes de Juventude, Esportes e Lazer, Clay Rios, e de Administração, Infraestrutura e Obras, Rômulo Junior, esteve...

Câmara anuncia novas medidas restritivas para conter o avanço do covid-19 na cidade

A Câmara Municipal de Araguaína, respeitando os atuais protocolos de segurança à saúde e considerando as medidas restritivas já decretadas pelo Executivo Municipal de Araguaína, especialmente no Decreto de n°...