Conecte-se conosco

Artigo

Promessas De Políticos Na Campanha

Segundo Platão a única solução segura e definitiva é alcançar uma verdade common, neutra, independentemente de qualquer interesse de parte. Em uma aplicação mais enraizada aqueles que criam a norma já visão ser privilegiados por ela, a exemplo dos políticos que usam as leis de proteção a parlamentares para cometerem crimes e saírem ilesos. Com tantos casos de corrupção envolvendo o dinheiro público, a sensação que temos é realmente essa Ana Cleide, que é pouco o que o Poder Judiciário através de suas operações está fazendo para combate a corrupção.

Como a apresentada no início deste fórum, estamos sendo governados, por pessoas que deveriam estar cumprindo penas por transgressões à lei. A natureza ética da política tem sua origem na Grécia Antiga com os filósofos gregos, que despertaram o mundo para essa discussão. Para estes, ética e política se completavam e existia uma dependência entre elas, ou seja, a prática de uma só existia com a prática simultânea da outra numa relação de harmonia.

Mas um esforço conjunto entre o Estado e sociedade de fiscalizar incansavelmente a efetivação das ações de políticas públicas, elaborar Leis mais inflexíveis para que não faça valer a pena a prática de crimes envolvendo a “coisa Pública”. É possível sim que haja uma relação entre pobreza e ética em nossa sociedade. Principalmente a pobreza produzida e reproduzida historicamente por anos de exploração do trabalho.

Por: Geovane Oliveira

Continue lendo

Artigo

Aliança Com Alckmin É ‘vacina’ Contra Ideia De Que Lula É Extremista, Diz Cientista Político

Acrescentou que nenhuma mulher ou homem envelhece se tiver um propósito nobre e dois motivos na vida. Disse que aos setenta e quatro se apaixonou e aos setenta e seis queria lutar para provar que o povo brasileiro reconstruiria o país. “As pessoas vão voltar a trabalhar, comer de novo, voar, ir para o exterior, ir para a faculdade e a conquistar a cidadania.” Ele lembra que em 2003 foi o único presidente do mundo a falar tanto no Fórum Social quanto no Fórum Econômico Mundial e falou em ambos os lugares sobre o mesmo tema, a saber, pobreza, fome. O ex-presidente destaca que a fome, a inflação, o desemprego e o desespero estão mais fortes hoje do que em 2003, porque o Brasil tem um governo que incentiva a compra de armas e atrapalha as políticas públicas de educação e tecnologia. Ao receber nesse o Troféu Perseverança – Sigmaringa Seixas, do grupo Prerrogativas, o ex-presidente Luz Inácio Lula da Silva reiterou as desigualdades sociais no país e disse que todos os brasileiros têm direito a uma boa vida, não sentem a precisar.

Do ponto de vista estritamente eleitoral, vices não influenciam significativamente as decisões de voto dos eleitores. No entanto, no caso de Lula, a companhia de Alckmin pode diminuir a resistência de setores da sociedade e eleitores à volta do PT ao poder federal”, destacou a assessoria. Se não resolver o conflito interno sobre quem deve liderar a disputa em São Paulo, o Partido dos Trabalhadores está perdendo tempo organizando a plataforma presidencial que muitas vezes determina as eleições. É aqui que a esquerda terá que vencer o eleitorado mais conservador do Brasil.

Por isso, Lula “inventou Geraldo Alckmin como vice-presidente. A distância entre Lula e Bolsonaro ainda é curta e é preciso aumentar no Estado. Mesmo assim, acho que a verdade vai prevalecer”, disse Lula, acrescentando que espera um dia que algumas áreas da imprensa façam uma pequena autocrítica de tudo que fizeram contra ele.

Por: Geovane Oliveira

Continue lendo

Artigo

Letalidade policial atinge o maior patamar já registrado

A pesquisadora Samira Bueno, diretora executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública e uma das responsáveis pela elaboração do Anuário, atribui o recorde de letalidade policial a uma escalada da violência na sociedade brasileira. Para ela, o apoio do presidente Jair Bolsonaro a ações policiais violentas é um sintoma desse quadro ao mesmo tempo que o alimenta. A publicação, organizada pelo FBSP (Fórum Brasileiro de Segurança Pública), destaca que os negros foram as maiores vítimas de policiais — correspondem a 78,9% das 6.416 pessoas mortas por policiais no ano passado. O número de mortos por agentes de segurança aumentou em 18 das 27 unidades da federação, revelando um espraiamento da violência policial em todas as regiões do país. O Ministério Público solicita o envio do relatório consolidado com as informações sobre as operações policiais realizadas no Estado no período de 2018 a 2022, que resultaram em morte. As corporações devem enviar informações sobre o local, características da operação e o nome de civis mortos.

O País havia registrado queda acentuada do indicador no ano passado, de 44,3%, com um total de 172 ocorrências, a maior parte no Rio. Proporcionalmente, o Estado também aparece empatado com o Pará na pior posição nacional, ambos apresentando taxa de zero,9 mortes de policial por cada cem mil habitantes. Por essa razão, difere daquele divulgado em abril pelo Monitor da Violência. E agora aparece com a segunda maior taxa de letalidade do Brasil e com 10% de todas as mortes registradas. Espera-se que a complexidade do tema referente à letalidade policial envolva uma gama de atividades estruturais, metodologicamente voltadas à construção de uma política crime eficaz à sua solução.

Como nos assassinatos em geral, a maioria das vítimas é homem (99%) e negra (65%). “Período em que os moradores se deslocam para o trabalho e a escola, o que os deixa extremamente vulneráveis a operações com trocas de tiro”, diz o texto. O sp pousar é definido pelo Spotify para implementar conteúdo de áudio do Spotify no website e também registra informações sobre a interação do usuário relacionadas ao conteúdo de áudio.

Os mesmos exercícios, entretanto, são capazes de identificar uma associação positiva entre mortes por agentes do Estado e apreensão de fuzis e de drogas. No entanto, as evidências internacionais na área de Segurança Pública apontam para maior efetividade de ações preventivas como o patrulhamento de manchas criminais, que prioriza o policiamento ostensivo em áreas onde o crime ocorre (e não onde supostamente está o criminoso) (Braga et. al., 2019). O Rio de Janeiro foi o primeiro estado a experimentar modalidades de criminalidade violenta que, nas décadas seguintes, tornaram- se comuns a todo o país. Desde meados dos anos 1980, facções criminais disputam o controle de territórios no estado. Historicamente, as forças de Segurança Pública interferiram nesta dinâmica de forma intermitente, seja por meio de controle ou interrupção de conflitos, seja realizando incursões pontuais em favelas, com o objetivo de apreender armas, drogas e prender suspeitos em flagrante.

No relatório, o Fórum indica que 61% das ocorrências com morte no Estado aconteceram durante o dia, com maior frequência pela manhã. “Período em que os moradores se deslocam para o trabalho e a escola, o que os deixa extremamente vulneráveis a operações com trocas de tiro”, diz o texto. Mais de um ano depois da medida cautelar ter sido concedida, o PSB ingressou com embargos alegando que a decisão estaria sendo descumprida pela polícia do Rio de Janeiro.

E mais, deve considerar ainda os parâmetros da legalidade – exigência nascida da própria ideia de legitimidade – se forma a ser descabida a intromissão direta e frontal do Poder Judiciário em matéria reservada ao império da lei em sentido estrito. O Amapá também lidera em relação ao percentual das mortes violentas causadas pela polícia. No estado do Norte do país, 31,2% de todos os homicídios foram cometidos por policiais. Nesse quesito, Goiás vem emblema em seguida, com 29,1% de todas as mortes atribuídas a agentes de segurança.

 No Estado do Tocantins, de acordo com o Gaesp, relatório da Polícia Militar aponta que 65 pessoas foram mortas em confronto com policiais em pouco mais de dois anos no Estado do Tocantins. O número foi divulgado pela imprensa local. Entre as vítimas, 14 não foram identificadas.

Por: Geovane Oliveira

Continue lendo

                   

Destaque9 horas atrás

Senado dará toda a atenção a teto de 17% para ICMS do combustível, diz Pacheco

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse nesta quinta-feira (26) que a Casa vai dar “toda a atenção” ao projeto...

Política9 horas atrás

TSE aprova mais dois registros de federação partidária para as Eleições 2022

Os estatutos das federações PSDB Cidadania e PSOL Rede foram aprovados, por unanimidade, na manhã desta quinta-feira (26).

Política18 horas atrás

Em meio a discussão sobre aumento da miséria, Senado confirma salário mínimo de R$ 1.212

A relatora da medida provisória, Soraya Thronicke, conversa com senadores durante a sessão desta quinta.

Destaque24 horas atrás

Educação vai paralisar atividades nos dias 30 e 31 de maio em Araguaína

Em assembleia, nesta terça-feira 24, os professores da rede municipal de ensino de Araguaína decidiram paralisar as atividades por dois...

Geral24 horas atrás

Governo do Tocantins injeta mais de R$ 221 milhões na economia com o pagamento dos servidores nesta sexta, 27

Pagamento ao funcionalismo público estadual inclui datas-bases de 2020, 2021 e 2022.

Destaque2 dias atrás

Câmara aprova projeto que limita alíquotas sobre combustível e energia

Câmara aprova projeto que limita alíquotas sobre combustível e energia.

Política2 dias atrás

Governo do Tocantins autoriza realização do concurso da Polícia Civil

Ato autoriza processo de seleção da instituição que será responsável pela realização do concurso.

Estado2 dias atrás

Tropeada da Integração Nossa Senhora Aparecida acontece durante Expoara

Será entre os dias 01 e 04 de junho, onde tropeiros percorrem fazendas e chácaras.

Política2 dias atrás

PT TO cria o Comitê Tocantins Livre em Palmas

O Partido dos Trabalhadores e das Trabalhadoras do Tocantins (PT-TO) inaugurou na noite de quinta-feira, 19 de maio, o Comitê...

Destaque