Polícia Civil prende investigado por homicídio praticado contra tatuador em Palmas

Polícia Civil prende investigado por homicídio praticado contra tatuador em Palmas

A 1ª Divisão de Homicídios e Proteção Pessoa (1ª DHPP – Palmas) da Polícia Civil, na Capital, prendeu no final da tarde desta quinta-feira, 18, na quadra 605 Norte, um homem de 20 anos.

A prisão dele foi executada mediante cumprimento a mandado de prisão temporária expedido pelo Poder Judiciário em decorrência de investigações que o apontam como principal suspeito de crime de homicídio qualificado praticado contra o tatuador Thiago Sforcin Almeida da Cunha, de 36 anos, no dia quatro de novembro de 2020, na quadra 305 Norte, na Capital.

Conforme investigado pela equipe da (1ª DHPP – Palmas), o suspeito foi contratado para matar a vítima em decorrência de uma dívida, tendo recebido R$ 2 mil reais pelo crime. Segundo apurado, o investigado planejou o evento se aproveitando do fato da vítima ser tatuador para cometer o crime.

Em depoimento ao delegado-chefe da Divisão e responsável pelo inquérito, Guido Camilo, o homem preso nesta quinta-feira relatou que marcou um horário para se tatuar e alvejou a vítima com três tiros, fugindo em seguida do local. O preso narrou ainda que recebeu do mandante a arma usada no crime (revólver 38) do próprio mandante e depois a devolveu.

O homem preso passou pelos procedimentos legais cabíveis e, em seguida, foi conduzido para a Casa de Prisão Provisória de Palmas, onde ficará à disposição do Poder Judiciário.

Dicom SSP-TO / Governo do Tocantins

 


ÚLTIMAS NOTÍCIAS