Conecte-se conosco

Política

Pacheco fala em ‘estabilidade’ e ‘trabalho’ como caminho para superar crise

Publicada

em

Fonte: Agência Senado

Em entrevista à Rádio Gaúcha nesta sexta-feira (1º), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, defendeu “estabilidade” e “trabalho” como caminho para uma recuperação econômica e a superação de problemas como o preço dos combustíveis, a inflação e o avanço de pautas como a reforma do Imposto de Renda e o Auxílio Brasil, substituto do Bolsa Família.

Pacheco, que vai participar do encerramento do evento “O Ministério Público de Uma Nova Era: reflexões e projeções”, em Gramado (RS), apontou que os “inimigos” que os Poderes da República precisam enfrentar são a pressão da inflação, o câmbio, o desemprego, a fome, a miséria e as crises hídrica e energética. 

— O Congresso tem ciência do momento que nós estamos vivendo e temos sido absolutamente colaborativos com os demais Poderes, em especial com o Poder Executivo, para cumprir a missão de resolver esses problemas. Temos foco na implantação de um programa social que substitua ou incremente o Bolsa Família para dar valor de compra à população — disse o senador. 

Na avaliação de Pacheco, o “ponto alto” da crise institucional já passou. Ele afirmou que a carta do presidente Jair Bolsonaro à nação após o 7 de setembro e o arquivamento do pedido de impeachment contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes foram gestos importantes na busca dessa estabilidade. 

— Eu considero  que o ponto alto da crise, o ponto de estresse maior foi controlado. […] Não é lacrando nas redes sociais, fazendo discursos intempestivos, gerando instabilidade e crise onde não tem que vamos resolver os problemas. Isso não vai levar o Brasil a lugar nenhum. Estamos precisando de união, respeito, responsabilidade, otimismo e trabalho. Vamos trabalhar que a gente dá conta de resolver os problemas do Brasil — disse o presidente do Senado. 

Combustíveis

Questionado sobre quais as medidas para atacar problemas como a alta dos preços dos combustíveis e a inflação geral na economia, Rodrigo Pacheco citou a “estabilidade” como forma de retirar a pressão sobre o câmbio, o que, segundo o presidente do Senado, é um dos passos que podem ajudar na queda do valor do dólar frente ao real.  Pacheco também cobrou uma atuação social da Petrobras e defendeu a revisão da tributação dos combustíveis. 

— A Petrobras não pode ser só uma empresa que pensa em lucro o tempo inteiro e distribuir dinheiro para acionistas. Ela tem que ter um papel social de estabilização do preço dos combustíveis. Estamos em estudo em relação a uma [discussão tributária sobre combustíveis]. Vamos buscar uma equação. O ponto mais importante de tudo é a estabilidade. Ter uma estabilidade institucional para alavancar a economia — disse. 

Imposto de Renda

Sobre a previsão de análise no Senado do projeto de lei da reforma do imposto de renda (PL 2.337/2021), Pacheco apontou que vai trabalhar pela votação da proposta em outubro.

— Vamos trabalhar para que seja em outubro, mas não é uma tarefa fácil. Esse projeto é a fonte de custeio do Bolsa Família. Temos que cumprir o teto de gastos e implantar o novo Bolsa Família com valores condizentes — disse. 

O presidente do Senado afirmou ainda que a reforma tributária (PEC 110/2019) também está entre as prioridades da Casa. 

— Temos muito desejo de vê-la apreciada porque consideramos que é uma reforma verdadeira e ampla do sistema tributário. 

CPI  

Sobre a CPI da Pandemia, Pacheco lembrou que foi contrário à sua instalação, mas ressaltou que o Senado continuou funcionando “normalmente” e registrou seu maior período de produtividade desde 1988. A expectativa do senador é que o colegiado “apure as responsabilidades” em relação à pandemia. 

André Mendonça

Pacheco defendeu ainda a realização da sabatina de André Mendonça na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e afirmou que já conversou com o presidente do colegiado, Davi Alcolumbre, sobre a questão. O presidente do Senado afirmou que é “importante que haja a sabatina” e disse crer que ela ocorra ainda em outubro. Ele também ressaltou que outras indicações de autoridades também aguardam definição. 

— Se vai rejeitar ou aprovar qualquer indicação é importante que haja sabatina — assinalou. 

Eleições

Indagado sobre as Eleições de 2022, Pacheco reforçou que “o momento é de união e não de antecipação das eleições”. O presidente do Senado disse que está focado em resolver os problemas do país e que não gostaria que as decisões do Congresso fossem observadas como tendo um “cunho eleitoral”. O senador não descartou ser candidato em 2022, mas disse que vai esperar o próximo ano para tratar do tema.

—  Acho preocupante se focarmos a pauta do presidente do Senado, de governadores, prefeitos, presidente da República e ministro nas eleições de 2022. 

Ainda segundo Pacheco é hora de buscar unir as instituições, reforçar o respeito às diferenças, ter responsabilidade fiscal e ter otimismo na recuperação do país.

Fonte: Agência Senado

Continue lendo
Propaganda

                   

Política2 horas atrás

Assembleia anuncia nova data para audiência Pública da Embrapa

Em decisão conjunta da Assembleia Legislativa do Tocantins e representantes de entidades do setor agropecuário foi adiada a audiência pública...

Segurança2 horas atrás

PM prende três suspeitos furtando carga de caminhão-tanque

Prisão em flagrante aconteceu em São Valério da Natividade, na região sudeste do estado. Suspeitos estariam desviando parte de um...

Política3 horas atrás

Bolsonaro escolhe Moro como principal alvo de críticas em tentativa de manter votos, segundo mídia

O atual presidente revelou em conversas particulares, segundo reportagem do jornal O Globo, que o ex-ministro pode vir a conquistar...

Segurança1 dia atrás

Dois adolescentes são apreendidos pela PM em Araguaína

Um veículo foi recuperado, um simulacro e uma arma de fogo foram apreendidas. A Polícia Militar apreendeu, na manhã dessa...

Estado1 dia atrás

PF faz operação contra desvio de recursos pela prefeitura de Santa Fé do Araguaia para combater a covid-19

Os alvos da investigação são contratos da prefeitura de Santa Fé do Araguaia feitos no ano de 2020. Ao todo...

Destaque1 dia atrás

Governador Wanderlei Barbosa é homenageado com o título de Cidadão de Colinas

Honraria foi concedida pela Câmara de Vereadores de Colinas do Tocantins, na noite dessa quarta-feira, 1º   O governador em exercício do...

Política2 dias atrás

Cesar Halum é nomeado Secretaria Executiva da Governadoria pelo governador Wanderlei Barbosa

O ex-deputado federal Cesar Halum foi nomeado para comandar a Secretaria Executiva da Governadoria pelo governador em exercício, Wanderlei Barbosa (Sem partido). Halum pediu para...

Política2 dias atrás

Ministro Barroso estende até março de 2022 suspensão de despejos e desocupações na pandemia

Decisão vale tanto para áreas urbanas quanto para áreas rurais. Para o ministro, há urgência no tema, tendo em vista...

Geral2 dias atrás

STF reafirma constitucionalidade dos subtetos remuneratórios dos servidores públicos

A decisão, unânime, considera que a regra permite que o Estado se organize conforme o grau de necessidade regional. O...