Governo cancela contrato com empresa suspeita de cometer crime ambiental

Governo cancela contrato com empresa suspeita de cometer crime ambiental

O governo do Tocantins publicou no Diário Oficial Termo de cancelamento  dos Serviços da empresa Sancil Sanantonio Construtora e Incorporadora LTDA, responsável ´pela coletar o lixo do Hospital Regional de Araguaína responsável por crimes ambientais que culminou,  no pedido de prisão do responsável, o ex-juiz eleitoral João Olinto Garcia de Oliveira.

A suspensão das atividades da empresa Sancil Sanantonio foi publicada na noite de segunda-feira, 12, no Diário Oficial. Nela o Secretário de Estado de Saúde, Renato Jayme da Silva afirma que “foi dado prazo razoável para regularização da empresa – e que esta até a presente data não cumpriu a cláusula contratual. Decido pela abertura do processo administrativo, ficando a empresa sujeita a aplicação das sanções cabíveis previstas em lei em razão do  descumprimento contratual”. Por fim, determina a paralisação, temporariamente, na execução dos serviços objeto de contrato realizado pela empresa Sancil Sanantonio Construtora e Incorporadora LTDA, nas regiões do Bico do Papagaio, Médio Norte Araguaia, Amor Perfeito, Ilha do Bananal e Sudeste.

O responsável da empresa está sendo acusado pela prática de crime ambiental devido a um depósito irregular com mais de 200 toneladas de lixo. O material contaminante estava em um galpão de 1.600 metros localizado no Distrito Agroindustrial (Daiara).  

Fonte : atitudeto