sáb. jan 23rd, 2021

Brito Miranda guarda a setes chaves o nome da base do governo que vai concorrer à prefeitura de Araguaína

27923O Articulador político do grupo governista, Brito Miranda, já teria feito uma análise política de Araguaína e por diversos motivos teria chegado a conclusão de que já tem o nome da base   do governo que em uma  eventual  disputa  contra  Ronaldo Dimas  venceria a  eleição, porém permanecerá guardado a  “sete chaves ”, ou seja, só  vai  aparecer  no  momento  certo para que não haja  desgastes  com a população  local e   dentro  da  base,  informou uma fonte  ao omelhordaamazônia.

O que preocuparia Brito é o surgimento de novos nomes com grande potência política e econômica. A exemplo disso foi o que aconteceu em Palmas nas últimas eleições na qual Amastha venceu as eleições disputando  contra  as principais  forças políticas  do estado, em  virtude  disso  Brito vai   monitorar o   surgimento  desses  nomes e vai  pesca-los  para dentro  da  base  do  governo para provocar  uma   disputa ‘testa-a-testa’  com Dimas  se  ele for  candidato  em   2016.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Rejeição a Bolsonaro sobe para 40% e aprovação cai para 31%, segundo Datafolha

A rejeição ao presidente Jair Bolsonaro aumentou para 40% e voltou a superar a aprovação, segundo mostra novo levantamento do Datafolha, divulgado nesta sexta-feira (22). Na pesquisa de popularidade realizada...

Bombeiros são acionados para retirar motorista preso na cabine do caminhão

Cerca de 8 km de Miranorte sentido, Araguaína um motorista de 42 anos morreu em acidente na BR-153. A ocorrência foi na manhã desta sexta-feira, 22, por volta das 7h30....

Campos Lindos recebe cestas básicas adquiridas com emendas do deputado Eduardo Siqueira

A distribuição de cestas básicas, às famílias de baixa renda impactadas pela pandemia tem sido constante, em vários municípios tocantinenses. O deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (DEM), sempre está atento ás demandas da...

Brasil paga à Índia mais que o dobro que países europeus pela vacina da AstraZeneca

Brasil e África do Sul pagam à Índia um valor duas vezes e meia maior que os países europeus pelas vacinas da AstraZeneca produzidas no Instituto Serum. A informação foi publicada nesta...