Segurados do Igeprev que não realizaram a Prova de Vida podem ter seus benefícios suspensos

Segurados do Igeprev que não realizaram a Prova de Vida podem ter seus benefícios suspensos

Mais de 3 mil segurados, aposentados e pensionistas; e os militares da reserva e pensionistas do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Tocantins (Igeprev-TO) não realizaram a Prova de Vida, que é essencial para evitar fraudes e pagamentos indevidos dos benefícios previdenciários. Quem não fez a Prova de Vida poderá ter seu benefício suspenso por meio de uma portaria que será publicada no mês de fevereiro.

Segundo informações da Diretoria de Previdência do Instituto, além dos que não fizeram a Prova de Vida, mais de 500 segurados não tiveram seu processo de realização validado e foram rejeitados. Portanto, é importante que o segurado acompanhe até o final e se certifique que todo o processo de realização e validação da prova foi concluído com sucesso. Caso contrário, deverá refazer a Prova de Vida ou entrar em contato com o Igeprev, pelo 0800-647-0747 ou ainda no próprio site do Instituto: www.igeprev.to.gov.br.

Desde o mês de novembro de 2020, o Instituto de Previdência disponibilizou o aplicativo MEU RPPS, que pode ser acessado de qualquer parte do mundo para realização da Prova de Vida, de forma remota e digital.

A Prova de Vida tem como objetivo provar a existência física de aposentados e pensionistas do Instituto, com a finalidade de garantir os direitos previdenciários de cada segurado. O processo para realizar a prova é simples, prático e seguro.

Importante lembrar que os beneficiários não precisam ir até a sede do Igeprev, podendo realizar o processo de qualquer local, a partir de um celular ou dispositivo móvel conectado à internet. No site do Igeprev, no link PROVA DE VIDA, estão disponíveis dois vídeos tutoriais que podem auxiliar quem ainda tiver alguma dúvida.

Para baixar o Aplicativo, basta acessar a loja virtual do seu dispositivo móvel, Android ou IOS e digitar MEU RPPS. Ao baixar o App, basta escolher o Estado do Tocantins, em seguida clicar em Igeprev e se cadastrar. Para quem já acessa o Portal do Segurado, basta colocar o CPF e a mesma senha que já utiliza no Portal, do contrário, deve cadastrar uma senha de acesso.

Devem fazer a Prova de Vida todos os servidores públicos inativos e pensionistas vinculados ao Regime Próprio de Previdência Social do Estado do Tocantins (RPPS), dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, bem como do Ministério Público, do Tribunal de Contas, da Defensoria Pública e os militares reformados ou em reserva remunerada, além de pensionistas militares.

“É importante que todos os segurados do Instituto baixem o aplicativo e realizem a Prova de Vida o mais breve possível, para não ter seu benefício suspenso, a partir do pagamento do mês de março, referente à folha do mês de fevereiro, mês em que será publicada a Portaria com a relação de beneficiários que terão seus benefícios suspensos até a realização da Prova de Vida”, enfatiza o presidente do Igeprev, Sharlles Fernando Bezerra Lima.

“Estejam atentos a todas as informações disponíveis, não apenas no aplicativo MEU RPPS, mas também no site do Igeprev”, recomenda Sharlles Fernando.

Aplicativo MEU RPPS

Com o aplicativo, é possível consultar informações em tempo real, como: Contracheque; Meus Processos, onde o segurado tem acesso aos processos de previdenciária; Comprovante de Rendimentos, Consignações e Fale Conosco. Além disso, o servidor ativo também pode realizar simulações de aposentadoria e benefícios, entre outras funcionalidades, por meio do aplicativo. O aplicativo conta ainda com um recurso de Informativos, onde o beneficiário recebe notificações a respeito do seu benefício e mensagens do Instituto.

Edição: Caroline Spricigo

Revisão Textual: Marynne Juliate

 


OUTRAS NOTICIAS