Operação Tisífone, da Polícia Civil e do Gaego, apreende 50 kg de maconha em Gurupi

Operação Tisífone, da Polícia Civil e do Gaego, apreende 50 kg de maconha em Gurupi

A operação Tisífone, da 1ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (1ª Denarc Palmas) da Polícia Civil do Tocantins (PCTO) e do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaego) do Ministério Público do Tocantins, apreendeu 50 kg de maconha vinda de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. A droga interceptada estava escondida em um veículo de luxo, cujo motorista também foi preso e conduzido para a 12ª Central de Atendimento da Polícia Civil em Gurupi.

A ação foi deflagrada na manhã desta quinta-feira, 11, em Gurupi, na região sul do Estado, e teve suporte da 8ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado (8ª Deic-Gurupi) e do Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote), ambos da PCTO. Conforme o delegado-chefe da 1ª Denarc, Enio Walcácer, a Tisífone faz parte de uma série de investigações que estão sendo realizadas para identificar rotas de tráfico para o Tocantins.

O delegado recorda que, há 14 dias (dia 26 de fevereiro), a Polícia Civil interceptou 100 kg de maconha oriunda do estado de Goiás, também em Gurupi, durante a operação Crazy Horse. “Somando com a operação de hoje, já são 150 kg de drogas apreendidas”, frisou Enio Walcacer, ao reforçar que as investigações prosseguem de modo a reprimir o tráfico e, dessa forma, impedir que os carregamentos de drogas cheguem aos municípios tocantinenses.

O nome da operação, Tisífone, se refere a uma das três fúrias da mitologia grega, seu nome significa O castigo.

Edição: Caroline Spricigo

Revisão Textual: Marynne Juliate

 


ÚLTIMAS NOTÍCIAS