qui. mar 4th, 2021

MPF denunciou dois delegados por negligência

Os delegados argumentaram que as ocorrências eram de responsabilidade da Justiça Federal

O Ministério Público Federal denunciou o delegado de Polícia Civil de Gurupi, Carlos Juarez Metzka e Guido Camilo Ribeiro, delegado de Polícia Civil de Guaraí, por deixarem de receber ocorrência policial.

Carlos Juarez Metzka: Na noite de 03 de dezembro de 2014 policiais rodoviários federais (PRFs) abordaram um veículo na BR 153, em Gurupi. Nele, havia dez caixas de cigarros de origem paraguaia no automóvel. Indagado sobre a procedência do cigarro, o condutor informou que adquiriu o produto pelo valor de cinco mil reais na cidade de Paraíso do Tocantins, com o objetivo de revender em Gurupi.

Diante disso, os PRFs entraram em contato com a Polícia Civil de Gurupi, ocasião em que uma servidora informou queCarlos Juarez Metzka, delegado de plantão, recusou-se a receber a ocorrência.

Como não era possível transportar com segurança para a Delegacia de Polícia Federal mais próxima, em Palmas, o veículo, o motorista e o passageiro, além do cigarro apreendido, e para evitar qualquer alegação de abuso de autoridade, a Polícia Rodoviária Federal achou por bem apreender o produto ilícito e liberar os suspeitos.

Guido Camilo Ribeiro: No 21 de novembro de 2014, na BR 153, município de Guaraí, policiais rodoviários federais abordaram um veículo para fiscalização. Constatou-se então a adulteração do Certificado de Registro e Licenciamento de veículos (CRLV) apresentado, além da existência de um revólver e uma espingarda. O condutor não possui autorização para porte de armas de fogo.

Quando os PRFs entraram em contato com a Polícia Civil de Guaraí, o delegado de plantão, Guido Camilo Ribeiro,recusou-se a receber a ocorrência.

Apesar de as ocorrências serem designadas à Justiça Federal, é atribuído ao delegado de polícia do local da prisão, ou do local mais próximo deste, providenciar o auto de prisão em flagrante, fazer as comunicações devidas e custodiar o preso, se for necessário. Só então, se não puder conduzir as eventuais investigações, o delegado deve remeter o inquérito para a autoridade policial responsável pelo caso.

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prefeitura de Carmolândia publica novo decreto de combate a pandemia do coronavírus

O prefeito de Carmolândia, Neurivan Rodrigues, reuniu, nesta quarta-feira, 3, com o secretário  de  saúde do município, Daniel Carneiro, para discutir novas medidas para conter a propagação do novo coronavírus...

Prefeitura de Gurupi firma termo de cooperação técnica com Governo do Estado

A Prefeita de Gurupi, Josi Nunes, e o vice-prefeito, Gleydson Nato, participaram nesta quarta-feira, 03, de uma reunião no Palácio do Araguaia, em Palmas, com o Governador Mauro Carlesse, que...

Adriana Aguiar acompanha andamento de obras em escolas e visita espaço direcionado a práticas esportivas, em Araguaína

A secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, acompanhada dos superintendentes de Juventude, Esportes e Lazer, Clay Rios, e de Administração, Infraestrutura e Obras, Rômulo Junior, esteve...

Câmara anuncia novas medidas restritivas para conter o avanço do covid-19 na cidade

A Câmara Municipal de Araguaína, respeitando os atuais protocolos de segurança à saúde e considerando as medidas restritivas já decretadas pelo Executivo Municipal de Araguaína, especialmente no Decreto de n°...