sáb. jan 23rd, 2021

Em Araguaína, Letícia Bittencourt confirma

Letícia 1Com 15 anos de profissão e 14 anos de atuação no Tocantins, a advogada Letícia Bittencourt, 37 anos, confirmou, nesta sexta-feira, a sua pré-candidatura a presidente da subseção em Araguaína da OAB-TO (Ordem dos Advogados do Brasil no Tocantins) e o apoio ao grupo encabeçado pelo pré-candidato Walter Ohofugi, 49 anos, na disputa seccional do Tocantins.

Letícia, militante das áreas civil, empresarial e trabalhista, explicou que a sua pré-candidatura nasceu da escolha de um grupo de advogados de Araguaína que entende ser necessário mudar radicalmente a forma como a OAB na cidade e no Estado é gerida. “Num dado momento fui instigada a pensar na importância da instituição na minha vida profissional. Foi quando recapitulando algumas situações já vividas, me deparei com a triste constatação que nunca precisei da Ordem, porque sempre tive que resolver os entraves da advocacia por minha própria conta. Isso me incomodou. O sentimento de que a Ordem é dispensável para assegurar a defesa das minhas prerrogativas, profundamente me fez concluir que é necessário que todos sejamos instados a querer pertencer a ordem. É necessário resgatar seu papel histórico da defesa da Constituição Federal e garantias fundamentais. Conversando com demais colegas, constatamos que esse sentimento era comum e isso me fez repensar a forma e como posso contribuir com a classe a qual pertenço.”, explicou Letícia, ao comentar que, a exemplo do que ocorre no Estado, em Araguaína o mesmo grupo está à frente da OAB por cerca de 20 anos.

A advogada disse, também, que entidade sofre uma “grande falta de representatividade no interior”. Como exemplo, lembrou que Araguaína é o terceiro maior colégio eleitoral de advogados e a situação na cidade e na região é “caótica”, com fóruns, delegacias e presídios sem sala para advogados, por exemplo. “O advogado, assim, está perdendo a credibilidade e espaço que lhe é garantido por lei. Não há como cumprir com seu ministério privado sem condições mínimas de prestação digna de seus préstimos.”, lamentou a pré-candidata.

Para ela, a falta de independência da OAB em Araguaína é ainda pior que no Estado. “Os problemas havidos aqui são centralizados em Palmas e tratados via e-mail e 0800. É burocrático e ineficiente. É preciso que haja uma base fortalecida e presente na subseção ”, ponderou, ao afirmar que a entidade parece estar esquecida na cidade.

Walter Ohofugi

Em relação ao apoio a Walter Ohofugi, ela explicou que isso ocorre por ele ser o único postulante com condições de renovar a OAB. “A proposta do Walter Ohofugi vai ao encontro das nossas ideias, choque de gestão e alternância real”, disse.

A advogada salientou que os outros três pré-candidatos, Gedeon Pitaluga, Ester Nogueira e Ercílio Bezerra são do grupo que comanda a OAB há 21 anos. “Eles não têm como renovar. Gedeon e Ercílio são conselheiros federais, eleitos com a atual gestão e pertencentes a mesma diretoria. A Ester é esposa do atual tesoureiro e foi indicada pelo presidente Epitácio Brandão. Com essas três pessoas, não vejo alternância tampouco mudança no cenário que vivemos”, ressaltou.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Campos Lindos recebe cestas básicas adquiridas com emendas do deputado Eduardo Siqueira

A distribuição de cestas básicas, às famílias de baixa renda impactadas pela pandemia tem sido constante, em vários municípios tocantinenses. O deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (DEM), sempre está atento ás demandas da...

Brasil paga à Índia mais que o dobro que países europeus pela vacina da AstraZeneca

Brasil e África do Sul pagam à Índia um valor duas vezes e meia maior que os países europeus pelas vacinas da AstraZeneca produzidas no Instituto Serum. A informação foi publicada nesta...

Bombeiros localizam corpo de homem desaparecido no Rio Lontra

A equipe de mergulhadores do 2º Batalhão de Bombeiros Militar, sediada em Araguaína, localizou e recuperou o corpo do pescador Nilton César Moreira, 45 anos. Ele havia desaparecido no Rio...

Caminhão e moto pegam fogo em ocorrência atendida pelo CBMTO

Um casal morreu no início da manhã desta quinta-feira, 21, no interior do município de Wanderlândia, no norte do Tocantins. Era por volta das 7h20, quando o Corpo de Bombeiros...