Conecte-se conosco

Destaque

ELEIÇÃO AO SENADO NO TO DESMORALIZA IBOPE E SERPES

images-cms-image-000397431
Os institutos de opinião Ibope e Serpes, comandados por Carlos Augusto Montenegro e Antonio Lorenzo Martínez, respectivamente, erraram feio na previsão da eleição para o Senado no Tocantins, divulgada um dia antes do eleitor ir às urnas; Serpes deu à senadora Kátia Abreu (PMDB) uma diferença de 28 pontos sobre Eduardo Gomes (SD); já o Ibope projetou uma vantagem de 22 pontos de Kátia; o que saiu das urnas foi a reeleição de Kátia com uma diferença de 0,87%, menos de seis mil votos; “Foi um absurdo, é o maior escândalo que aconteceu essas pesquisas do Serpes e do Ibope em relação ao Tocantins”, afirmou Gomes; até onde as projeções irreais influenciaram no resultado?

O resultado da eleição para o Senado no Tocantins, nesse domingo, 5, reacendeu discussões sobre a seriedade das pesquisas de previsão de resultados feitas pelos institutos Serpes e Ibope. A reeleição da senadora Kátia Abreu (PMDB) por uma diferença de apenas 0,87%, exatos 5.932 votos, sobre o deputado federal e candidato a senador Eduardo Gomes (SD) passou a quilômetros da margem de erro das pesquisas divulgadas pelo Serpes e Ibope um dia antes da eleição. Kátia obteve 41,64% dos votos válidos e Gomes, 40,77%.

“Foi um absurdo, é o maior escândalo que aconteceu essas pesquisas do Serpes e do Ibope em relação ao Tocantins. Dos 27 senadores eleitos em disputa no Brasil, esse é o caso mais emblemático, com compra de pesquisa”, afirmou Eduardo Gomes ao Tocantins 247. O parlamentar frisou que em outros estados o Ibope também registrou erros grosseiros. “Existe um ambiente de revolta em outros estados, alguns inclusive já foram à Justiça”, afirmou.

Eduardo Gomes agradeceu o apoio dos eleitores, “Foram 276 mil eleitores que passaram por um ‘corredor polonês’ de mentira, de pesquisa comprada, com propaganda enganosa. Prometeram 300 mil votos de frente, sendo que quem ganhou foi por 5 mil votos. Não posso fazer outra coisa a não ser ficar feliz com o resultado, a final de contas é democracia, é eleição. O meu papel como político é agradecer a avaliação que fizeram do meu trabalho”, afirmou. 

“Achômetros”

O levantamento do Serpes, contratado e divulgado pelo Jornal do Tocantins ainda na noite de sábado, 4, projetou uma diferença pró-Kátia de 28,15 pontos percentuais. Kátia seria reeleita com 55,83% dos votos válidos, contra 27,68% de Eduardo Gomes. A margem de erro divulgada foi de 3,46% para mais ou para menos. A pesquisa foi realizada de segunda, 29, a sexta-feira, 3, ouvindo 801 pessoas. O Serpes garantiu que a margem de confiança era de 95%.

Já a pesquisa realizada pelo Ibope, contratada e divulgada pela TV Anhanguera na noite de sábado, projetou Kátia Abreu com 56% dos votos válidos, contra 34% de Eduardo Gomes. Diferença de 22 pontos. A pesquisa foi realizada entre quarta-feira, 1º, e sábado, 4, ouvindo 812 eleitores, com margem de erro de 3% para mais ou para menos, e o instituto garantia que o nível de confiança seria de 95%.

Reincidentes

Na campanha para governador de 2010, o Ibope projetou 11 pontos de diferença para o candidato a governador Siqueira Campos (PSDB) contra o então governador Carlos Gaguim (PMDB). Siqueira ganhou de Gaguim com uma diferença de apenas 1%, ou 7 mil votos na época. Nas eleições de 2012 para prefeito de Palmas, Ibope e Serpes também erraram na disputa que teve como vencedor o atual prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP).

Serpes descarta erro

O diretor do Instituto Serpes, Antônio Lorenzo, disse ao Jornal do Tocantins nesta segunda-feira, 6, que “descarta erro de amostra” na pesquisa que mostrou a senadora reeleita Kátia Abreu (PMDB) com 55,83% dos votos válidos contra 27,68% para o deputado federal Eduardo Gomes (SD). “Não há uma razão específica. Descarto erro de amostra, já que foi o mesmo utilizado para o governo. No Tocantins, a disputa nos últimos dias costuma ser intensa. Apesar disso, não há uma razão específica”, afirmou o diretor do Serpes, que alegou não ter visto distorção na pesquisa para o governo.

Continue lendo

Destaque

Investindo R$ 44 milhões, Governo do Tocantins autoriza início das obras de recuperação asfáltica de 117 km da TO-374

Assinatura da ordem de serviço para execução dos serviços aconteceu nesta terça-feira, 21, em Lagoa da Confusão.

Mais 117 km de vias rodoviárias do Tocantins começam a receber serviços de conservação e manutenção. As obras no trecho da TO-374 fazem parte do Plano de Recuperação, Pavimentação e Conservação das Rodovias do Governo do Tocantins, por meio da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), que nesta terça-feira, 21, assinou ordem de serviço em Lagoa da Confusão. Na ocasião, também foi assinada a ordem de serviço para a construção do Centro Poliesportivo da cidade.

O trecho contemplado é do entroncamento da TO-080, em Marianópolis, ao entroncamento da TO-244, em Lagoa da Confusão. O valor investido é de R$ 44 milhões, do total de cerca de R$ 700 milhões, em ordens de serviços para 30 trechos viários de rodovias estaduais do Tocantins.

Sobre a nova ordem de serviço, que passa a ser a 20ª obra autorizada pelo Governo do Tocantins, o governador Wanderlei Barbosa destacou a importância das obras de recuperação de asfalto para o setor produtivo da região. “Essa obra ajudará na mobilidade das pessoas e no escoamento da produção agrícola. Essa região é importante por fortalecer nossa economia. Estamos lançando obras de recuperação de asfalto, são 30 trechos em todo o Estado, que estão com a malha deteriorada, além de trechos que estamos fazendo do zero”, afirmou.

O secretário Executivo de Infraestrutura, Vanderval França, considera o momento importante para o polo produtivo da região por estimular a geração de emprego e renda para a comunidade. “Essa obra, com tantas que foram lançadas, traz satisfação à comunidade que transita por essa rodovia, tanto para o transporte escolar, para as ambulâncias que carregam os pacientes, como também para os produtores rurais que precisam dessa rodovia para escoar a produção agrícola”, ressaltou.

Benefícios da recuperação

O prefeito de Lagoa da Confusão, dr Thiago Soares, destacou a relevância de sempre ter um objetivo em andamento e outro em projeção para melhorar a qualidade de vida da população. “A revitalização da TO-364, que liga Lagoa da Confusão a Marianópolis, passando por Pium, é de muita importância para a região, pois melhora o escoamento da produção agrícola com destino ao Pará. Estamos felizes porque é o lançamento de uma ordem de serviço de uma obra muito esperada. Toda a região fará bom uso dessa obra”, explicou.

O superintendente da Associação dos Produtores Rurais do Sudoeste do Tocantins, Wagno Milhomem, disse que a recuperação da rodovia é esperada, principalmente por produtores rurais que atuam com a agricultura irrigada. “A melhoria da estrada é prometida há décadas, é um anseio que vínhamos requerendo há muito tempo. Ver agora a obra na estrada da Barreira da Cruz e também a recuperação da TO-374 é um ânimo para o produtor trabalhar mais, aumentar a quantidade de hectares de área plantada e irrigada. Essa estrada corta um eixo com 40 mil hectares de lavoura irrigada e com as obras, com certeza, vai melhorar o aproveitamento desse potencial para a agricultura irrigada que temos nessa região”, detalhou.

Outras parcerias

Nesta terça-feira também foi assinada a ordem de serviço para a construção do Centro Poliesportivo de Lagoa da Confusão. Serão investidos R$ 2 milhões de recursos oriundos do Programa de Fortalecimento e Geração de Renda do Governo do Tocantins, que destina verbas para todos os 139 municípios.

“Tomamos a decisão de investir na área do esporte, que será de muita valia para Lagoa da Confusão que tem uma população bem jovem. O complexo vai ser construído com quadra de esporte com cobertura, campo de futebol gramado e duas quadras de areia também, além de vestiário e pista de caminhada”, afirmou o prefeito da cidade.

Continue lendo

Destaque

PF investiga empresários suspeitos de superfaturar preço de leitos para Covid no Tocantins

Nesta quarta-feira, 22 de junho, a Polícia Federal realizou uma operação para apurar negócios que possam estar associados a atividades criminosas, fraudes de solicitação e lavagem de dinheiro no Tocantins. Investigações indicam que o grupo recebeu cerca de R$ 90 milhões do governo para gerenciar o atendimento a pacientes de Covid em hospitais estaduais superando o valor dos prêmios e serviços. Agentes públicos participaram da atividade criminosa.

Seis mandados de busca e prisão expedidos pela 4ª Vara Criminal Federal do Tocantins foram cumpridos pela Operação Ophiocordyceps em Brasília (DF), Belém (PA), Goiânia (GO) e São Paulo (SP). O objetivo é localizar todos os envolvidos, reunir mais evidências e recuperar os recursos.

“O suposto esquema incluiria manipulação de preços, cobrança a mais, pagamento de serviços que nunca foram prestados, pagamento em duplicidade e subcontratação com empresas de outros estados reconhecidos federalmente. “, informou à Polícia Federal.

As pessoas sob investigação podem ter uma explicação para os crimes de lavagem de dinheiro, fraude licitatória e organização criminosa. Além da perda de bens e valores necessários à reparação dos danos nos sistemas de infraestrutura, as penas combinadas podem chegar a 23 anos de prisão.

O nome “Ophiocordyceps” refere-se a um fungo parasita que controla o sistema nervoso de invertebrados e descreve como o sistema de defesa da Covid-19 no Tocantins era supostamente controlado por uma organização criminosa.

Continue lendo

                   

Política7 horas atrás

Presidente sanciona com vetos lei que previa compensações de ICMS

Entre os vetos, está o que garantia mínimos em saúde e educação.

Política16 horas atrás

Carlesse recebe apoio da prefeita Josi Nunes e do vice Gleidson Nato em sua pré-candidatura ao Senado

Um dia após o julgamento na TRE que inocentou o ex-governador Mauro Carlesse, a prefeita de Gurupi, Josi Nunes, e...

Destaque1 dia atrás

Investindo R$ 44 milhões, Governo do Tocantins autoriza início das obras de recuperação asfáltica de 117 km da TO-374

Assinatura da ordem de serviço para execução dos serviços aconteceu nesta terça-feira, 21, em Lagoa da Confusão.

Estado1 dia atrás

Câmara Municipal aprova requerimento sobre Centro de Referência de Enfrentamento à Violência contra as mulheres

Foi aprovado, no Plenário da Câmara Municipal de Araguaína, o requerimento n° 1554/22 de autoria do vereador Wilson Carvalho (PROS),...

Política1 dia atrás

Zênis de Aquino Dias, pecuarista, é cotado para ser vice na chapa de Paulo Mourão

Cotado para a candidatura a vice-governador do petista Paulo Mourão nas eleições deste ano. Em Araguaína, Zênis já foi vereador...

Política3 dias atrás

Milton Ribeiro, ex-ministro do governo Bolsonaro, foi preso em operação da PF contra irregularidades no MEC

Agentes cumprem cinco mandados de prisão e 13 de busca e apreensão nos estados de Goiás, São Paulo, Pará e...

Destaque3 dias atrás

PF investiga empresários suspeitos de superfaturar preço de leitos para Covid no Tocantins

Nesta quarta-feira, 22 de junho, a Polícia Federal realizou uma operação para apurar negócios que possam estar associados a atividades...

Destaque3 dias atrás

TRE reverte a decisão de afastar Josi Nunes e seu vice-prefeito por corrupção eleitoral

o Tribunal regional Eleitoral (TRE-TO) manteve Josi Nunes (União Brasil) e Gleydson Nato (PL) nos cargos de prefeita e vice-prefeito...

Política3 dias atrás

MP apura denúncia de incitação ao racismo praticada por vereador de Araguaína

O Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio da 6ª Promotoria de Justiça de Araguaína, instaurou procedimento para apurar caso...