dom. jan 24th, 2021

Educação de Araguaína inicia entrega de atividades pedagógicas remotas para alunos

Exercícios propostos serão desenvolvidos em casa, com orientação por meio de ferramentas virtuais. A cada duas semanas, o material é devolvido e um novo será retirado.

Nesta quarta-feira, 17, as mais de 21 mil crianças atendidas nas creches e escolas da rede pública municipal de Araguaína começarão a receber o material pedagógico impresso para ser desenvolvido em casa durante a suspensão das atividades presenciais, necessária para prevenção da disseminação do novo coronavírus.

Os cadernos de atividades remotas foram preparados pelos professores para minimizar o impacto da perda das aulas. “Cada apostila contém atividades para duas semanas, que serão desenvolvidas com suporte por meio de canais de comunicação virtual”, explicou o superintendente municipal da Educação, Railon Borges.

Ao final das duas semanas, os pais retornam à unidade, entregam o que foi respondido e pegam uma nova apostila para as próximas duas semanas, enquanto durar o risco de contágio da doença. As tarefas executadas serão avaliadas e, no retorno às aulas presenciais, ainda sem data prevista para ocorrer, os professores farão a revisão de cada conteúdo que necessite aprofundamento.

Entrega segura
As unidades escolares têm autonomia para organizar a logística de entrega dos materiais de acordo com sua demanda e já entraram em contato com os responsáveis pelo alunos para informar do cronograma.

A retirada dos materiais será feita durante o horário de funcionamento das unidades, das 7h às 11h e das 13h às 17h respeitando as medidas de segurança e prevenção, com álcool em gel ao alcance de todos, entrada obrigatória com máscara e mantendo o distanciamento social, sem aglomerações.

Educação especial
A equipe do Atendimento Educacional Especializado (AEE) também participa da elaboração do material, garantindo a inclusão aos alunos especiais. “Estamos atuando na adequação de materiais, provimento de orientações específicas às famílias e apoios necessários com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento pleno dos alunos com deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação”, afirmou a diretora da Educação Especial, Ana Paula de Oliveira.

Mara Santos
Fotos: Marcos Sandes/Ascom

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Saúde começa segunda fase de distribuição de vacinas contra a covid-19

O Ministério da Saúde começou a distribuição dos 2 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford, produzidas pelo laboratório indiano Serum, neste sábado (23).  O primeiro estado contemplado é o...

Revelada doença que torna organismo vulnerável à COVID-19

Cientistas da Universidade Washington em St. Louis (EUA) acreditam que os produtos alimentícios durante a pandemia eram considerados seguros, uma vez que, mesmo que haja vírus na superfície deles, o ácido...

Mormo: Tocantins suspende aglomeração de equídeos em cinco municípios e estabelece restrições em 12 limítrofes

Nessa sexta-feira, 22, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), por meio da portaria nº 021, publicada no Diário Oficial, suspendeu qualquer aglomeração de equídeos nos municípios de Santa Fé do...

Suspeito de praticar maus-tratos contra suas irmãs idosas são presos pela Polícia Civil em Palmas

Segundo o delegado José Antônio, às duas senhoras estariam sendo submetidas a situações desumanas e degradantes em uma residência localizada no centro da cidade de Paraíso. Conforme o Delegado, durante...