sex. mar 5th, 2021

Governo alerta produtor rural para segunda etapa da vacinação contra febre aftosa

Foto 2 - aftosa -foto ascom AdapecA segunda etapa da vacinação contra a febre aftosa acontece no Tocantins entre os dias 1º e 30 de novembro e o governo do Estado, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), alerta os produtores rurais sobre a importância da vacinação. A expectativa é imunizar mais de 4,5 milhões de animais e manter a boa média do índice de cobertura vacinal, que chegou a 99,03% em 2013.

Na primeira etapa, realizada durante o mês de maio, animais de todas as idades precisaram ser vacinados. Nesta nova etapa, serão vacinados apenas os bovinos e búfalos com até 24 meses de idade, representando um menor custo para o produtor, já que os animais com mais de 24 meses e que foram declarados na primeira etapa não precisam ser vacinados.

Em 2013, a média do índice de cobertura vacinal foi de 99,03%, considerando-se as duas etapas da vacinação. Segundo o responsável técnico pelo Programa de Erradicação da Febre Aftosa, João Eduardo Pinto Pires, é a parceria entre Estado e produtor rural que permite a manutenção desta boa média. “O Estado faz sua parte através da responsabilidade de diagnóstico, de prestação de serviços veterinários e do controle de transito de animas. O produtor rural, com a responsabilidade de vacinar seus animais. E isto tem dado certo”, comentou.

Pires resaltou que com a vacinação em dia o produtor tem a valorização dos seus produtos e destacou a importância do Tocantins não ter nenhum caso notificado de febre aftosa desde 1997. “O Estado, com essa condição de Livre de Febre Aftosa, pode comercializar tanto animais vivos quanto produtos de origem animal por todo o país e até internacionalmente. Por conta dessa condição o Tocantins conseguiu conquistar diversos mercados internacionais”, disse.

Os produtores têm até o dia 30 de novembro para realizar a compra da vacina em algumas das lojas credenciadas pela Adapec e, após isso, têm até 10 dias para declarar a vacinação à Agência. Quem não cumprir os prazos estará sujeito à multa de R$ 5,32 por animal e R$ 127,69 por propriedade não declarada.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Prefeitura de Carmolândia publica novo decreto de combate a pandemia do coronavírus

O prefeito de Carmolândia, Neurivan Rodrigues, reuniu, nesta quarta-feira, 3, com o secretário  de  saúde do município, Daniel Carneiro, para discutir novas medidas para conter a propagação do novo coronavírus...

Prefeitura de Gurupi firma termo de cooperação técnica com Governo do Estado

A Prefeita de Gurupi, Josi Nunes, e o vice-prefeito, Gleydson Nato, participaram nesta quarta-feira, 03, de uma reunião no Palácio do Araguaia, em Palmas, com o Governador Mauro Carlesse, que...

Adriana Aguiar acompanha andamento de obras em escolas e visita espaço direcionado a práticas esportivas, em Araguaína

A secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, acompanhada dos superintendentes de Juventude, Esportes e Lazer, Clay Rios, e de Administração, Infraestrutura e Obras, Rômulo Junior, esteve...

Câmara anuncia novas medidas restritivas para conter o avanço do covid-19 na cidade

A Câmara Municipal de Araguaína, respeitando os atuais protocolos de segurança à saúde e considerando as medidas restritivas já decretadas pelo Executivo Municipal de Araguaína, especialmente no Decreto de n°...