Conecte-se conosco

Política

Estados e municípios querem mudanças na PEC dos Precatórios

Publicada

em

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Comsefaz pediu que sejam estendidas para estados e municípios as regras que valerão para a União no parcelamento

Representantes de estados e municípios pediram aos deputados da comissão especial que analisa a proposta de emenda à Constituição sobre parcelamento de precatórios (PEC 23/21) que façam algumas mudanças no texto.

Os precatórios são dívidas do setor público reconhecidas pela Justiça. Boa parte é devida entre os próprios entes da federação.

Marialvo dos Santos Filho, representante do Comitê Nacional de Secretários de Fazenda Estaduais (Comsefaz), disse que, em princípio, os estados são contrários ao parcelamento. Mas pediu que, caso a PEC seja votada, a dívida dos estados e municípios com a União não seja obrigatoriamente compensada com os precatórios que a União deve a esses governos.

Segundo ele, é melhor que a compensação seja opcional; que abranja toda a dívida e não só o principal; e que possa ser desvinculada da origem dos precatórios. Isso porque a maior parte dos precatórios que a União deve aos estados é relacionada ao Fundef (antigo fundo que financiava a educação).

Para Marialvo Filho, seria mais interessante União e estados negociarem o tipo de dívidas que seriam compensadas.

O deputado Enio Verri (PT-PR), no entanto, questionou a possibilidade de compensar precatórios do Fundef com dívidas não relacionadas à educação. “Mas isso está resolvido nos estados? O nível da educação é bom o suficiente para que o dinheiro que não foi pago à educação, que ganhou na Justiça, não volte para a educação? Não me parece justo esse tipo de análise.”

Mesma regra
O representante do Comsefaz também pediu que sejam estendidas para os estados e municípios as regras que vão valer para a União no parcelamento.

A PEC 23/21 estabelece que os precatórios da União em 2022, cerca de R$ 90 bilhões, possam ser pagos 15% à vista e o restante parcelado em nove anos. O parcelamento atingiria precatórios acima de R$ 66 milhões e aqueles que, somados, ultrapassem 2,6% da receita líquida anual.

Para ele, a regra do limite da receita líquida também deveria valer para o pagamento dos precatórios dos governos regionais.

A assessora jurídica da Confederação Nacional dos Municípios, Ana Carla Teixeira, disse que, pelas regras da proposta, o município de Cariacica, no Ceará, que tem 61 precatórios, só teria um elegível para parcelamento. Ela ressaltou ainda que a correção das dívidas pela Selic em vez da inflação, como previsto na PEC, pode prejudicar os governos locais.

O deputado Hugo Leal (PSD-RJ), que é relator do Orçamento para 2022, defendeu a aprovação da PEC. “Cabe a nós muita responsabilidade, trazer ao texto constitucional algo que não fira os preceitos do direito adquirido, do trânsito em julgado, mas que dê conforto para que outras políticas públicas possam ser executadas.”

Ana Carla Teixeira lembrou que os precatórios vêm sendo prorrogados desde a Constituição de 1988 e por sucessivas emendas constitucionais. E afirmou que, pelas regras da PEC em discussão, menos de 2% dos municípios se beneficiariam do novo alívio fiscal.

A audiência desta terça foi proposta pelos deputados Hugo Motta (Republicanos-PB) e Leonardo Picciani (MDB-RJ).

 

Reportagem – Sílvia Mugnatto
Edição – Natalia Doederlein

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Continue lendo
Propaganda

                   

Política2 horas atrás

Assembleia anuncia nova data para audiência Pública da Embrapa

Em decisão conjunta da Assembleia Legislativa do Tocantins e representantes de entidades do setor agropecuário foi adiada a audiência pública...

Segurança2 horas atrás

PM prende três suspeitos furtando carga de caminhão-tanque

Prisão em flagrante aconteceu em São Valério da Natividade, na região sudeste do estado. Suspeitos estariam desviando parte de um...

Política2 horas atrás

Bolsonaro escolhe Moro como principal alvo de críticas em tentativa de manter votos, segundo mídia

O atual presidente revelou em conversas particulares, segundo reportagem do jornal O Globo, que o ex-ministro pode vir a conquistar...

Segurança1 dia atrás

Dois adolescentes são apreendidos pela PM em Araguaína

Um veículo foi recuperado, um simulacro e uma arma de fogo foram apreendidas. A Polícia Militar apreendeu, na manhã dessa...

Estado1 dia atrás

PF faz operação contra desvio de recursos pela prefeitura de Santa Fé do Araguaia para combater a covid-19

Os alvos da investigação são contratos da prefeitura de Santa Fé do Araguaia feitos no ano de 2020. Ao todo...

Destaque1 dia atrás

Governador Wanderlei Barbosa é homenageado com o título de Cidadão de Colinas

Honraria foi concedida pela Câmara de Vereadores de Colinas do Tocantins, na noite dessa quarta-feira, 1º   O governador em exercício do...

Política1 dia atrás

Cesar Halum é nomeado Secretaria Executiva da Governadoria pelo governador Wanderlei Barbosa

O ex-deputado federal Cesar Halum foi nomeado para comandar a Secretaria Executiva da Governadoria pelo governador em exercício, Wanderlei Barbosa (Sem partido). Halum pediu para...

Política2 dias atrás

Ministro Barroso estende até março de 2022 suspensão de despejos e desocupações na pandemia

Decisão vale tanto para áreas urbanas quanto para áreas rurais. Para o ministro, há urgência no tema, tendo em vista...

Geral2 dias atrás

STF reafirma constitucionalidade dos subtetos remuneratórios dos servidores públicos

A decisão, unânime, considera que a regra permite que o Estado se organize conforme o grau de necessidade regional. O...