Eduardo Madruga acompanha prefeitos em encontros com parlamentares em Brasília

O ex-prefeito de Wanderlândia Eduardo Madruga, da região norte do Estado do Tocantins acompanhou os prefeitos de Wanderlândia Djalma Júnior, de Riachinho Ronaildo Bandeira, de Piraquê Netinho S.O.S e de Darcinópolis Jakson Soares para que fossem realizadas aproximações dos novos prefeitos aos parlamentares e ministérios em Brasília-DF

A intenção dos encontros com diversos Deputados Federais e o Senador Eduardo Gomes (MDB) foi realizar um trabalho para captação de recursos nos municípios da região norte nas áreas de infraestrutura urbana e desenvolvimento social.

Eduardo Madruga esteve a frente da Prefeitura Municipal de Wanderlândia por oito anos e em seus dois mandatos como prefeito adquiriu conhecimentos para serem aplicados na gestão pública.

Os prefeitos que foram acompanhados pelo ex-gestor Eduardo Madruga foram unânimes em demonstrar gratidão pelo empenho do líder que se destacou como um dos melhores prefeitos da região norte do Tocantins com obras nas mais diversas áreas do município, como educação, saúde e infraestrutura local, bem como pavimentações, construção de escolas e empreendimentos sociais como o novo CRAS entregue no final do seu mandato.

Eduardo Madruga tem sido um líderes disputados para apoio e acompanhamento dos prefeitos da região norte e bico do papagaio.

Eduardo Madruga destacou que “levar os prefeitos para captar recursos é uma forma de lutar pelo fortalecimento dos municípios visinhos de Wandelândia e construir uma pauta de desenvolvimento da melhoria de qualidade de vida do povo tocantinense,”

Luís Poeta

 


OUTRAS NOTICIAS

Antonio Andrade requer colégios militares para 11 municípios tocantinenses

Com o fim do recesso legislativo estadual os trabalhos foram retomados na Assembleia Legislativa do Tocantins (Aleto), o presidente da Casa de Leis, deputado Antonio Andrade (PTB), que foi reconduzido ao cargo de presidente pelo biênio 2021-2023, e já no primeiro dia de sessão ordinária apresentou requerimentos solicitando a implantação de colégios militares em 11 municípios tocantinenses.

Entre as bandeiras defendidas por Andrade está a defesa dos colégios militares para todos os municípios do Estado.  Sem desmerecer as unidades escolares tradicionais, ele entende que em algumas situações a disciplina das unidades militares pode trazer diversos benefícios aos alunos e seus familiares.

“Tenho recebido relatos de pais, agradecendo e contando como os filhos mudaram se tornando mais responsáveis, obedientes e respeitosos. Melhorando não apenas o desempenho escolar, mas o convívio em casa e com a sociedade de um modo geral, ou seja, estão se transformando em cidadãos plenos”, pontua o presidente.

Sobre as solicitações, por meio de requerimentos, Antonio Andrade, destaca que são compromissos assumidos com a população dos municípios e seus gestores.

“Pelos municípios que tenho passado, tanto os gestores, como a população, tem me solicitado a implantação de colégios militares e assim tenho feito. A lei, aprovada recentemente, que permite reconvocar militares da reserva para atuar em serviços administrativos vai facilitar a abertura destas unidades”, ressaltou Andrade.

Cidades que serão atendidas

As solicitações foram feitas para as cidades de Aliança do Tocantins, Axixá do Tocantins, Chapada da Natividade, Fátima, Juarina, Nazaré, Palmeirante, Santa Tereza do Tocantins, Formoso do Araguaia , Paranã e Lagoa da Confusão. Existem ainda outras solicitações de implantação de colégios militares feitas no ano de 2020.

Educação como bandeira

A educação sempre foi uma bandeira defendida por Andrade, que vê nela uma ferramenta poderosa de mobilidade social, tanto que na sua gestão à frente da Aleto tem implementado diversas ações voltadas para esta área, por meio da Escola do Legislativo que oferece cursos de idiomas, preparatórios para Enem, vestibular e concursos públicos, tudo de forma gratuita.

Por Rogério Tortola
 

OUTRAS NOTICIAS

MPTO orienta prefeitos para que não promovam festa de Carnaval e coíbam eventos particulares

Promotores de Justiça de diversas comarcas do Estado já estão atuando para conter a realização de festas de Carnaval neste ano de 2021, de modo a impedir aglomerações e evitar a propagação do novo coronavírus. Para isso, recomendações estão sendo expedidas aos prefeitos, orientando os gestores a não realizar festejos, não autorizar eventos desta natureza e a promover fiscalização visando impedir a ocorrência de festas particulares e de agremiações.

As recomendações enfatizam que deve ser coibida qualquer manifestação carnavalesca, independentemente do número de participantes. Em caso de descumprimento, deve ser lavrado auto de infração e realizado o encaminhamento às autoridades competentes. Nesse sentido, frisa-se que as condutas irregulares infringem o artigo 268 do Código Penal, que caracteriza como crime o desrespeito às normas destinadas a inibir propagação de doença contagiosa.

As autoridades das polícias Militar e Civil devem ser acionadas antecipadamente pelas gestões municipais, para que adotem as providências legais cabíveis junto aos que insistirem em descumprir as normas sanitárias.

As recomendações lembram que o país vive situação oficial de emergência, que estão em vigência decretos impondo distanciamento social e que a pandemia ocasionou um impacto humanitário devastador, sem que haja qualquer alternativa terapêutica cientificamente comprovada e disponível para tratar a Covid-19.
As diversas promotorias de Justiça atuam mediante articulação do Centro de Apoio Operacional da Saúde (Caosaúde) do Ministério Público do Tocantins. (Flávio Herculano)

 

 


OUTRAS NOTICIAS

Câmara Municipal de Araguaína altera o horário das Sessões

Câmara Municipal de Araguaína aprova Projeto de Resolução que altera o horário das Sessões. Novo horário passa a funcionar a partir de 8 de fevereiro.

Os vereadores da Câmara Municipal de Araguaína aprovaram o Projeto de Resolução n° 002/21, de autoria da Mesa Diretora da Casa, que altera o horário de início das sessões ordinárias das 14h para às 9h. O Projeto foi aprovado em discussão única, com 16 votos favoráveis e 1 contrário, durante a sessão ocorrida nesta terça-feira (02). A partir do dia 8 de fevereiro, as sessões passam a ter início às 9 horas da manhã.

Diante disso, fica alterado o Art. 105 da Resolução n° 250, de 10 de novembro de 2003, que institui o Regimento Interno da Câmara Municipal de Araguaína, o qual passa a vigorar com a seguinte redação: “A Sessão Legislativa Ordinária da Câmara Municipal será realizada da primeira SEGUNDA-FEIRA do mês de fevereiro à última TERÇA-FEIRA do mês de junho e da primeira SEGUNDA-FEIRA do mês de agosto à última sessão Ordinária consecutiva do mês de dezembro, com início às 9 horas.”

A mudança foi motivada pela adequação do horário das Sessões ao funcionamento administrativo da Casa, objetivando a economicidade dos trabalhos e de pessoal.

Ademais, vale lembrar que a Câmara Municipal de Araguaína tem adotado procedimentos e regras para fins de prevenção da infecção e da propagação do Coronavírus. Dentre as medidas, destaca-se a determinação de que apenas vereadores e servidores da Câmara Municipal terão acesso presencial às Sessões. Sendo assim, fica suspensa a participação da população araguainense que pode acompanhar as sessões da Câmara Municipal de Araguaína, ao vivo, por meios do site da Câmara www.araguaina.to.leg.br e das redes sociais.

 


OUTRAS NOTICIAS

Governador Carlesse lança concurso com 115 vagas para o Corpo de Bombeiros; inscrições começam nesta terça-feira

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, promoveu nesta segunda-feira, 8, o lançamento do edital do concurso do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins (CBM/TO), na sala de reuniões do Palácio Araguaia. Com um total de 115 vagas, a aplicação de provas da primeira fase do certame está marcada para ocorrer no dia 11 de abril, sendo destinado para homens e mulheres com níveis de graduação médio e superior.

As inscrições têm início, nesta terça-feira, 9, em formato on-line e prosseguem até o dia 26 deste mês. Ao todo, são ofertadas 15 vagas para cadetes, o cargo inicial da carreira de oficial do CBM/TO, e mais 100 para aluno soldado, que irão compor a carreira de Praças da corporação.

Durante o evento de lançamento, o governador Carlesse afirmou a importância do concurso para o Tocantins. “Começamos a semana com esse concurso tão esperado pela comunidade tocantinense. Agora, são dois certames lançados em 2021, um para os Bombeiros e outro para a Polícia Militar. Tudo isso está sendo possível, porque fizemos o dever de casa. Sem recursos e sem o enquadramento na LRF [Lei de Responsabilidade Fiscal], isso não seria possível. Os bombeiros têm uma função que vai muito além da prevenção aos incêndios, atuando também com vistorias, licenças e alvarás de edificações, um trabalho muito intenso e técnico, e que agora vai ganhar mais celeridade a partir desse concurso”, assegurou.

Fases do Concurso

O concurso do CBM/TO foi dividido em cinco fases, sendo a primeira marcada para ocorrer no dia 11 de abril, com a realização de provas escritas. Quanto às datas para as outras quatro fases, a corporação fará divulgação no decorrer do certame.

Para o comandante-geral do CBM/TO, coronel Reginaldo Leandro da Silva, essa é apenas uma das ações efetivas em favor da corporação, que já foram realizadas pelo Governo do Tocantins. “O Corpo de Bombeiros tem sido apoiado efetivamente por este Governo e sempre agradeço ao governador Carlesse por estar acreditando na corporação. Os bombeiros estavam precisando de uma nova estrutura e isso foi atendido com o início da construção de uma nova sede oficial aqui em Palmas. Temos também um novo fardamento, novas unidades de salvamento, equipamentos de proteção e, agora, com a notícia da construção de um novo quartel em Porto Nacional, fruto de um trabalho em parceria com o nosso presidente da Assembleia Legislativa, deputado Antonio Andrade”, destacou o coronel.

Concurso oferta cargos com remuneração de até R$ 8.952,33

O concurso do Corpo de Bombeiros tem remuneração inicial prevista para cadetes de R$ 4.805,62, válida durante o período de formação de três anos. Após a conclusão para Aspirante a Oficial, o valor será reajustado para R$ 8.952,33.

Quanto aos valores para a carreira de Praças dos Bombeiros, o salário inicial é de R$ 1.665,50, pagos durante o curso com duração de aproximadamente 10 meses. A partir da formação, os aprovados entram como Soldado de 2ª Classe, com remuneração de R$ 3.330,99.

De acordo com o vice-governador Wanderlei Barbosa, que prestigiou o lançamento do edital no Palácio Araguaia, o concurso irá atender a necessidade de aumentar o efetivo da corporação.

“Estamos lançando um edital importante, pois as primeiras turmas que entraram no Corpo de Bombeiros do Tocantins já foram para a reserva, deixando uma lacuna aberta que agora iremos suprir. Esse problema vem de gestões anteriores e que, agora, estamos tendo a coragem de enfrentar, fazendo um concurso que vai gerar empregos e o mais importante: aumentar a proteção social de nossa comunidade. Na época da seca, sabemos o tanto que os Bombeiros fazem a diferença, protegendo a sociedade, o agronegócio, o meio ambiente e as cidades. Ao lado do governador Carlesse e de todos os nossos deputados, estamos fazendo um grande trabalho com as instituições tocantinenses”, destacou o vice-governador.

Mais informações sobre o certame podem ser acessadas no site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), disponível em www.cebraspe.org.br/concursos/CBM_TO_21, que é referência no país com a realização de concursos públicos. A Organização Social (OS) é a mesma responsável pelo certame aberto pela Polícia Federal (PF) e pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Rafael Miranda/Governo do Tocantins

 


OUTRAS NOTICIAS

Em Araguaína, Polícia Civil do Tocantins interrompe festa ilegal em chácara

O evento descumpriu decreto municipal para conter o avanço da Covid-19 ao aglomerar mais de 100 pessoas e, no local, também foram encontradas substâncias entorpecentes

Uma festa ilegal que acontecia neste domingo, 7, em uma chácara de Araguaína, foi interrompida pela Polícia Civil do Tocantins, por meio da 5ª Central de Atendimento da Polícia Civil (Araguaína) e com o apoio da Polícia Militar. O evento, que descumpriu decreto municipal para conter o avanço da Covid-19 ao aglomerar mais de 100 pessoas, teve início à zero hora do domingo e foi encerrado às 11 horas do mesmo dia. No local, também foram encontradas substâncias entorpecentes.

Segundo o delegado plantonista, Fernando Rizério Jayme, a Polícia Civil diligenciou ao local da festa para apurar a denúncia e autuou em flagrante um veículo de som automotivo com o condutor embriagado. Além disso, durante buscas nos integrantes, foram encontradas substâncias entorpecentes (maconha e cocaína). E ao realizar abordagens em outras pessoas presentes na chácara, foram encontradas mais substâncias ilícitas.

O delegado explicou que as pessoas que estavam no local foram autuadas por descumprimento de medida sanitária, crime descrito no Art. 268 do Código Penal, e os que estavam na posse de entorpecentes, autuados no crime de posse para uso de drogas.

Quanto ao condutor do veículo de som automotivo, por apresentar sinais de embriaguez, estando com um copo de bebida na mão enquanto dirigia, foi autuado por embriaguez ao volante e descumprimento de medida sanitária. O dono do local em que ocorreu a festa foi autuado por perturbação da paz e sossego públicos e descumprimento de medida sanitária. E o proprietário do veículo de som automotivo já foi identificado e deve ser processado pelos mesmos crimes. 

As várias substâncias entorpecentes encontradas no evento foram apreendidas, juntamente com os veículos. E os suspeitos dos crimes citados, levados à Delegacia para autuação.

O delegado Fernando Rizério Jayme explica que “o uso de som automotivo quase sempre infringe alguma legislação, seja de trânsito, posturas municipal e leis criminais federais e o seu uso deve ser coibido. Assim, também são os eventos realizados de forma irresponsável e que compromete a luta do Município ao combate à Covid-19”.

Ele esclarece que as denúncias de tráfico de entorpecentes, entrega de bebidas a adolescentes, descumprimento de medida sanitária e perturbações são constantes e têm sido reprimidas pelo sistema policial.

Dicom SSP-TO/ Governo do Tocantins

 


OUTRAS NOTICIAS

Governadores da Amazônia Legal pedem retomada da habilitação de leitos do SUS e do auxílio emergencial

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse, juntamente com demais governadores que compõem o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal divulgaram nesse domingo, 7, a Carta da Amazônia à Nação Brasileira, onde pedem a retomada imediata da habilitação de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS) e a continuidade do auxílio emergencial.

“Todos nós compreendemos a gravidade da pandemia e a necessidade de cuidar das pessoas. Muitas vidas foram perdidas ao longo desses meses e o que mais queremos é ver a população imunizada para frear essa doença que não está de brincadeira. Precisamos que mais leitos sejam habilitados no SUS para podermos atender a todos que necessitam de tratamento. Além disso, devido ao impacto econômico sofrido por todos, é necessário que haja o auxílio emergencial para que pais de família possam prover o sustento dos seus entes”, ressaltou o governador Mauro Carlesse.

Conforme consta no documento, os gestores estaduais entendem que a retomada da habilitação de leitos no âmbito do SUS é vital “sob pena de se agudizar o problema do subfinanciamento em meses decisivos no enfrentamento à pandemia”.

Diante do cenário atual, os governadores esperam que o Governo Federal dê continuidade à política de auxílio emergencial. “Do mesmo modo, temos a expectativa de que ocorra a retomada imediata do auxílio emergencial, pois a persistência da pandemia gera múltiplos efeitos econômicos e sociais, demandando medidas compensatórias para as famílias”, enfatizam os gestores dos estados amazônicos na Carta.

O documento é assinado pelos governadores do Acre, Gladson Cameli; do Amapá, Antônio Waldez Góes; do Amazonas, Wilson Lima; do Maranhão, Flávio Dino; do Mato Grosso, Mauro Mendes; do Pará, Helder Barbalho; de Rondônia, Marcos Rocha; de Roraima, Antônio Denarium; e do Tocantins, Mauro Carlesse.

Vania Machado/Governo do Tocantins

 


OUTRAS NOTICIAS

Bombeiros militares resgatam duas vítimas de capotamento em Araguatins

Veículo estava na Rodovia Transamazônica levando três pessoas, duas mulheres levadas para o Hospital

O capotamento de um Vectra Hatch, no início da manhã deste domingo, 07, na Rodovia Transamazônica, em Araguatins, no extremo norte do Estado, deixou duas mulheres feridas. O atendimento com resgate foi feito pelos bombeiros militares da 3ª Companhia, que levaram as vítimas para o Pronto atendimento do hospital municipal de Araguatins.

A ocorrência foi na BR-320, numa região conhecida como Água Amarela, em Araguatins. O motorista José Francisco da Silva contou aos bombeiros ter cochilado ao volante, saiu da pista e capotou o carro. Ele não quis ser conduzido ao Pronto Socorro, estava consciente e sem ferimentos.

Contudo, Antonieta Viana e Ana Beatriz Viana precisaram do Atendimento Pré-Hospitalar (APH), e foram levadas para o hospital. Antonieta, assim que os bombeiros chegaram, estava deitada sobre o asfalto, mas consciente, apresentava ferimento na face (lado esquerdo) e queixava de dores na lombar, tórax e cervical.

A segunda vítima, Ana, já estava de pé, consciente e apresentava um edema na cabeça (região occipital). Ambas foram levadas ao Hospital Municipal de Araguatins e ficaram sob os cuidados da equipe médica.

Luiz Henrique Machado/Governo do Tocantins

 


OUTRAS NOTICIAS