08 - agosto - 2020

Prefeitura de Gurupi decide suspender parte das atividades não essenciais por 15 dias

A Prefeitura de Gurupi, no sul do estado, decidiu endurecer as medidas de combate à pandemia e suspender parte das atividades não essenciais na cidade pelo prazo de 15 dias. Um novo decreto foi assinado nesta quinta-feira (23) e começa a valer no sábado (25). A cidade tem enfrentado um crescimento no número de casos de Covid-19 e durante a semana o Ministério Público chegou a alertar para o risco de um colapso no sistema de saúde local.

Segundo o município, as medidas foram adotadas após reuniões do Comitê Gestor de Prevenção ao coronavírus de Gurupi com representantes de órgãos classistas, prefeitos e representantes de todos os municípios da região sul do Tocantins e representes da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

Gurupi soma nesta sexta-feira (24), segundo o boletim epidemiológico estadual, 735 casos de coronavírus e sete mortes. Nas últimas semanas, o Hospital Regional de Gurupi, que é referência para 18 municípios da região, chegou a ficar com 100% de ocupação dos leitos de UTI. Na última quarta-feira (22), a Justiça deu prazo para que o governo instale mais vagas de terapia intensiva na unidade.

Uma das principais medidas adotadas foi à proibição de circulação de pessoas em praças, calçadões, academias ao ar livre e centros esportivos públicos, salvo quando estiverem se deslocando para acessar as atividades essenciais.

O novo decreto determina que em todos os estabelecimentos de qualquer natureza é obrigatório uso de máscara. Também foi proibido o consumo de alimentos e bebida alcoólica nos comércios. A exceção, no caso de alimentos, é apenas para restaurantes de hotéis ou localizados na BR-153.

Ainda segundo o município, distribuidoras de bebida e estabelecimentos do ramo alimentício poderão funcionar somente com venda e entrega no balcão e nos sistemas delivery e drive thru. Enquadram-se nessa categoria os restaurantes, padarias, lanchonetes, pamonharias, pizzarias, sorveterias, açaiterias, entre outros.

Nestes locais está proibida a disposição de mesas e cadeiras para consumo no local. Além disso, deverão adotar horário de funcionamento até às 22h.

Suspensão de atividades

O decreto suspendeu as atividades pelo período de 15 dias, a partir do dia 25 de julho, em bares, igrejas, escolinhas de futebol, jogos em campos de futebol e quadras poliesportivas, academias de ginástica e conveniências não localizadas no interior de postos de combustível.

Também está proibida a realização de festas em residências. A prefeitura informou estão manidas as suspensões às demais atividades estabelecidas em decretos anteriores.

Nas conveniências dos postos de combustível fica suspensa a comercialização de bebidas alcoólicas, bem como o consumo de alimentos no local.

Nas feiras realizadas na cidade também estará proibida a disposição de mesas e cadeiras para consumo de alimentos, assim como o consumo de bebida alcoólica.

Supermercados e instituições financeiras

O município também estabeleceu uma nova regra para o funcionamento dos supermercados na cidade, que agora só poderão ficar abertos até meia-noite, de segunda a sexta-feira. Aos sábados e domingos será mantido o horário de funcionamento praticado.

As Instituições financeiras, assim como correspondentes bancários e casas lotéricas deverão realizar um pré-atendimento, por meio de triagem. O objetivo, segundo a prefeitura, é esclarecer aos clientes possíveis serviços que podem ser feitos de outra forma para evitar aglomerações.

Além disso, deverão disponibilizar funcionário para organizar filas internas e externas, mantendo o distanciamento mínimo de 1,5 metros entre as pessoas.
 
Fonte G1 Tocantins

Me siga

Categorias